PokerPT.com

Mike Postle acusado de usar escritor-fantasma e de fugir novamente à justiça

Já fez correr muita tinta e segundo parece, muita mais irá ainda correr no caso Postle e a alegada batota no Stones Gambling Hall, em Sacramento. Com vários processos judiciais a decorrer, foram dados mais uns pequenos passos para tentar levar o caso para a barra dos tribunais. Duas acções judiciais foram entregues no caso que está em andamento na Califórnia e outra acção foi entregue no processo que Marle Cordeiro levantou no Nevada.

Mike Postle acusado de usar escritor-fantasma & resposta à moção para recusar queixa

A acção judicial mais interessante é a imposição de sanção contra Mike Postle. Os mais quase 100 queixosos que se sentaram na mesa de poker com Mike Postle durante os streams do Stones Live Poker acusam o jogador de usar um escritor-fantasma na defesa entregue a 24 de Março.

Relembramos que os queixosos querem $10 milhões de indemnização pelos jogos em que alegadamente foram enganados e que ao abrigo da Federal Rule of Civil Procedure 11, querem a imposição de sanções a Mike Postle por alegada ajuda na redacção da moção para recusar a queixa apresentada em tribunal.

Segundo os queixosos, além de ter cúmplices para fazer batota nas mesas, Mike Postle também usou cúmplices para redigir a moção apresentada em tribunal, onde diz-se representar a ele próprio. Por outras palavras, ele está a violar as regras dos tribunais ao “preencher e assinar documentos que ele próprio não é o autor”.

“Ele pretende se representar a si próprio, mas na realidade tem os seus documentos judiciais escritos por um ou mais advogados”, diz o documento de sanção apresentado.”

A moção apresentada por Postle é muito semelhante a uma moção de William Portanova, advogado ligado a Postle mas que diz não o representar, num caso não relacionado com este.

A imposição de sanção destaca várias semelhanças entre os dois textos, incluindo jurisprudência, na qual destaca que existe um risco elevado de Mike Postle não compreender completamente o que foi escrito na moção de 24 de Março.

No seguimento desta acção, Maurice ‘Mac’ VerStandig, advogado dos queixosos, apresentou também resposta à moção para recusar a queixa apresentada por Postle. Aqui, o advogado usou três pontos para desconstruir a argumentação de Postle e levar assim o caso a tribunal:

  1. Postle diz que não pode ser processado por negligência per se na Califórnia – os queixosos dizem que sim apresentam exemplos de casos com 125 anos.
  2. Postle diz que não existe enriquecimento injusto na Califórnia – os queixosos contradizem e dão mais umas dezenas de exemplos.
  3. Postle diz que os queixosos não mostraram particularidades suficientes para justificar a queixa – os queixosos dizem que o documento de 54 páginas e que as mãos específicas em que a batota decorreu podem ser apresentadas posteriormente em tribunal.

Postle foge da notificação do processo de Marle Cordeiro

Tal como aconteceu com o processo supramencionado, Mike Postle voltou a ser acusado de se esquivar à notificação no processo que Marle Cordeiro levantou contra si no Nevada. Maurice ‘Mac’ VerStandig, que também representa Marle Cordeiro, diz que realizou nove tentativas diferentes de notificar Mike Postle, e que este ignorou ainda quatro emails e várias mensagens de Twitter.

VerStandig diz que chegou a falar com a mãe de Mike Postle para esta lhe dizer para responder aos emails. Sem conseguir chegar a Postle, VerStandig quer agora que o tribunal o notifique satisfazendo o rigor da lei governamental.

O Postlegate parece não ter fim à vista e vamos estar atentos a mais desenvolvimentos sobre esta novela do poker ao vivo. Se quiseres ficar a saber tudo o que aconteceu até agora, podes ver todos os artigos sobre este assunto aqui:

  1. Alegada batota nos cash games televisonados do Stones Live Poker
  2. Novos vídeos do caso de batota no Stones Live Poker
  3. Caso Postle ganha atenção da ESPN; Stones Live Poker revela detalhes da investigação em curso
  4. Mike Postle defende-se de acusações no podcast de Mike Matusow
  5. Mike Postle: “Fui o jogador mais lucrativo de sempre da Ultimate Bet”
  6. O dia em que começou a fazer batota & mais
  7. Mike Postle e o Stones Casino enfrentam queixa judicial de $10 milhões
  8. Veronica Brill foi ao podcast de Joe Ingram
  9. Berkey e Polk conversam sobre o caso e mais
  10. Caso Postle sob investigação do Department Of Justice
  11. Caso Postle: Investigador do caso e advogado de Postle falam & mais
  12. Mike Postle acusado de se esquivar à justiça
  13. Mike Postle finalmente notificado no caso de $10 Milhões
  14. Caso Postle: “Não encontrámos provas de que tenha existido batota” – Stones Gambling Hall
  15. Mike Postle recusa acusações no processo de alegada batota
  16. Marle Cordeiro levanta processo contra Mike Postle
  17. Stones apresentou novo argumento para rebater processo dos jogadores que jogaram contra Mike Postle

€8 Grátis + Bónus 100% até €400
Partilha esta notícia

Sem Comentários



Deixe um Comentário