PokerPT.com

Alegada batota nos cash games televisonados do Stones Live Poker

A bomba apareceu no Twitter durante a semana passada. Veronica Brill acusou a organização do Stones Live Poker de encobrimento no caso de alegada batota nos cash games “streamados” no Stones Gambling Hall na Califórnia.

Twitter Veronica Brill

O jogador acusado da alegada batota é Mike Postle, que após mais de 15 horas de stream ganhou mais de $150.000 e não teve nenhuma sessão negativa. Não é certo a forma como o jogador consegue obter informações, pois as acusações são baseadas no seu jogo e de como consegue jogar de forma quase perfeita em todas as mãos, mas este caso pode vir a ser um alerta para a comunidade de poker e para outros streams de poker.

Algumas pessoas pensam que Postle tem ligações a alguém envolvido na produção do stream que lhe transmite as informações em directo para o telemóvel. Ou que possa ter algum tipo de dispositivo que pode ler o RFID das cartas.

Os streams têm um delay de 20-30 minutos e os jogadores muitas vezes até consultam o stream no telemóvel para obterem informações sobre os adversários.

Como acontece quase sempre que existe um caso mais controverso no mundo do poker, Joe Ingram foi chamado a conduzir uma “investigação” sobre as mãos de Mike Postle durante o programa. Ingram reviu várias mãos num stream de 5 horas e acredita que Postle é um “Deus do poker”:

Entretanto, o Stones Live Poker já veio a terreiro dizer que investigaram o caso e que não encontraram quaisquer provas de batota. Os streams continuam como agendados, mas desta vez restringiram o acesso dos jogadores aos telemóveis como precaução.

Update:

Andreas Froehli fez um resumo com as cinco mãos mais estranhas jogadas por Mike Postle no Stones Live Poker. Aqui fica o vídeo:

Matt Berkey, reconhecido jogador de cash games disse no Twitter que a maior upswing que teve em 11 de poker foi de $65.000 em 45 sessões:

€8 Grátis + Bónus 100% até €400
Partilha esta notícia

Sem Comentários



Deixe um Comentário