PokerPT.com

Marle Cordeiro levanta processo contra Mike Postle

Mike Postle enfrenta novo processo em que é acusado de batota no Stones Live Poker. Desta vez, a queixosa é Marle Cordeiro que conduz um processo separado do já conhecido processo de $10 milhões que vários outros jogadores do programa de stream apresentaram e o qual Mike Postle recusa as acusações.

O motivo para o levantamento do processo pela jogadora de poker e Vlogger é, no entanto, o mesmo. Marle acusa Postle de fazer batota durante os live streams do Stones Gambling Hall, em Sacramento. O processo é conduzido pelo mesmo advogado do outro processo já conhecido, Mac VerStandig, que tem desta forma dois processos em mãos contra Postle. A razão deste segundo processo deve-se ao facto de Marle Cordeiro, ao contrário dos outros queixosos, residir em Las Vegas, Nevada e o processo ter sido entregue nesse estado americano. Os restantes jogadores apresentaram queixa no estado de Califórnia.

Na declaração apresentada em tribunal no dia 4 de Abril, Marle processa Postle pela perda de milhares de dólares numa mão específica contra Mike Postle e outros danos não especificados. Em que se pode ler que Postle “tem uma habilidade peculiar para realizar a decisão óptima em quase todas as situações que enfrentou enquanto jogava no Stones Live”.

As acusações vão além das provas circunstanciais e o advogado apresenta indicadores estatísticos para sustentar a acusação, como o facto de que Postle venceu mais de 94% dos jogos que disputou nas transmissões entre 2018 e 2019, questionando a probabilidade de um jogador vencer tantas vezes:

“As decisões correctas de Mr. Postle são tão precisas que permitiram um recorde de média de lucro de mais de 60 big blinds por hora (uma medida usada pelos jogadores de poker para saberem os seus lucros, ajustada a diferentes limites e vários jogos). É conhecido nos círculos de poker que 5 big blinds por hora é o objectivo que deves aspirar obter, 10 big blinds é excepcional, e qualquer coisa acima de 25 big blinds por hora é qualquer coisa de estratosférico por qualquer período de tempo, devido à alta percentagem de risco nos jogos de poker e a capacidade de perícia inerente dos outros jogadores”, pode-se ler na acusação de Marle Cordeiro.

O processo de acusação explica ainda como Mike Postle enganou os jogadores:

Mr.Postle conseguiu estes resultados utilizando um padrão e a prática de usar um ou vários mecanismos de comunicação para defraudar os seus adversários ao ganhar o conhecimento das suas cartas de mão durante o decurso da mão.

Mr.Postle usava um telemóvel entre as pernas para esconder o ecrã e ter acesso às cartas dos jogadores em tempo real.

O Postlegate parece não ter fim à vista e vamos estar atentos a mais desenvolvimentos sobre esta novela do poker ao vivo. Se quiseres ficar a saber tudo o que aconteceu até agora, podes ver todos os artigos sobre este assunto aqui:

  1. Alegada batota nos cash games televisonados do Stones Live Poker
  2. Novos vídeos do caso de batota no Stones Live Poker
  3. Caso Postle ganha atenção da ESPN; Stones Live Poker revela detalhes da investigação em curso
  4. Mike Postle defende-se de acusações no podcast de Mike Matusow
  5. Mike Postle: “Fui o jogador mais lucrativo de sempre da Ultimate Bet”
  6. O dia em que começou a fazer batota & mais
  7. Mike Postle e o Stones Casino enfrentam queixa judicial de $10 milhões
  8. Veronica Brill foi ao podcast de Joe Ingram
  9. Berkey e Polk conversam sobre o caso e mais
  10. Caso Postle sob investigação do Department Of Justice
  11. Caso Postle: Investigador do caso e advogado de Postle falam & mais
  12. Mike Postle acusado de se esquivar à justiça
  13. Mike Postle finalmente notificado no caso de $10 Milhões
  14. Caso Postle: “Não encontrámos provas de que tenha existido batota” – Stones Gambling Hall
  15. Mike Postle recusa acusações no processo de alegada batota
€8 Grátis + Bónus 100% até €400
Partilha esta notícia

Sem Comentários



Deixe um Comentário