PokerPT.com

Bracelete nº 5 para Portugal: Tomás Ribeiro vence €2.2k PLO WSOPE

24/10/2019
Luís Sousa

Tomás Ribeiro é o mais jovem, aos 24 anos, jogador português a conquistar uma bracelete World Series Of Poker, esta como a primeira foi na Europa e em PLO, por Francisco Santos em 2012. Nos passos de Phounder com a primeira de Las Vegas em 2018, Tomás Ribeiro é o quinto português a conquistar um evento do mais histórico festival de poker da história, sendo a segunda vitória portuguesa de 2019, recordando o verão de Naza114.

“Estou na lua. Sinto-me super feliz! Momento mais feliz da minha vida…” Tomás Ribeiro

O último dia de Final Table do Evento #11: €2.200 Pot-Limit Omaha reuniu os melhores sete, com Tomás Ribeiro a abrir o saco com a 5ª maior stack.

Lugar Jogador Nacionalidade Stack BBs
1 Christopher Frank Alemanha 835.000 29
2 Tobias Peters Holanda 2.445.000 82
3 Tomás Ribeiro Portugal 1.200.000 40
4 Omar Eljach Suécia 1.895.000 63
5 Ilyaz Dosikov Rússia 1.540.000 51
6 Marc Palatzky Alemanha 1.800.000 60
7 Leonid Yanovski Israel 620.000 21
8 Anson Tsang Hong Kong 480.000 16

Após muitos folds e uma mesa fechada, Tomás resistiu à montanha russa de Tsang, apenas interrompida pela eliminação de Christopher Frank às mãos de Marc Palatzky, o chip leader da maioria do tempo de Final Table. Foi ele também que fez Leonid Yanovski sair na 7ª posição e já depois de eliminar Anson Tsang, Palatzky consegue um bom river versus Ribeiro, para deixar este reduzido a pouco mais de 15 blinds.

Paciência tuga, e uma dobra versus Tobias PetersAQ64 > 7654 em A98 com o português a comentar para o seu rail “Estes gajos querem ganhar isto sem figuras?” – e Tomás ficou em prova para ver o mais calmo dos sobreviventes, Ilyaz Dosikov, cair para… o do costume.

Foi preciso estar 4-handed para vermos o primeiro call a 3bet, de Tobias a Tomás, com o holandês a largar a c-bet nacional munida de ases e nut flush draw, e assim Tomás saltar para o 2º lugar da chip count.

Segundo lugar que se intensificou após novo pote versus Tobias, onde o português extraiu o máximo com full house vs trips, com o pódio a ser encontrado às mãos do nosso.

Raise holandês, 3bet tuga, 4bet/shove e snap-tuga:

Tomás AKQ9 vs KQJ9 Tobias

Board: A44 7 6

Quase morto ao flop e eliminado ao turn, Tomás Ribeiro ascendia ao comando em fichas:

  1. Tomás Ribeiro – 4.960.000
  2. Marc Palatzky – 4.635.000
  3. Omar Eljach – 1.250.000

Após o primeiro pote 3-handed na direcção nacional, aprofundando a liderança sobre “The Cleaner/The Evicerator/The Serial Killer/The Professional“, ou Marc Palatzky para quem não esteve com Tucman e Hanks, o português ficou com 50% das fichas em jogo, stack como que entrou heads-up. Eljach agarrou o bluff austríaco e equilibrou a “luta” pelo fundo da chip count, cerca de meia hora de poker depois de pressão máxima lusitana, e um intervalo pelo meio, heads-up:

Abertura na pressão de Tomás com Q742 e desde a blind Palatzky coloca-se all-in com 70% ao virar K753.

Board: AA8 4 J

Turn decisivo para colocar o torneio heads-up e tremenda vantagem de fichas sobre o sueco Omar Eljach.

O duelo final foi interessante, contra o jogador que Brent considerou ter feito o melhor bluff e o melhor fold da FT, mas a conclusão ainda mais:

Pré-flop, as fichas uniram-se ao centro, com bastante vantagem em fichas de Tomás Ribeiro:

Tomás KQQ10 vs AKJ6 Omar

Board: 644 J 9!

É nossa a bracelete do evento#11 WSOPE, com imensos parabéns a Tomás Ribeiro!

Posição Jogador Nacionalidade Prémio
Tomás Ribeiro Portugal €128.314
Omar Eljach Suécia €79.291
Marc Palatzky Áustria €54.787
Tobias Peters Holanda €38.581
Ilyaz Dosikov Rússia €27.701
Anson Tsang Hong Kong €20.285
Leonid Yanovski Israel €15.157
Christopher Frank Alemanha €11.561
€8 Grátis + Bónus 100% até €400

Sem Comentários



Deixe um Comentário