PokerPT.com

Diogo Veiga vence Evento #54: Big Blind Antes $3.000 NLH ($522.715)

Depois Francisco Santos ter conquistado a vitória no evento #6 das WSOPE 2012, Diogo Veiga inscreveu hoje a letras de ouro nome do nosso país na meca do poker mundial. Diogo entrou no último dia de prova com a 2ª maior stack e com $163,404 no bolso, na sua mente estava apenas uma coisa, a bracelete!

A acção arrancou praticamente com a eliminação do belga Jonathan Abdellatif em quarto lugar ($163.404).

A acção chegou em fold até à small blind e Jonathan Abdellatif encostou 1.050.000 fichas com 105, Barry Hutter pagou na big com Q10.

A board correu 4K7KJ e o belga não encontrou ajuda.

Quinze mãos volvidas o torneio atingia o heads-up após a eliminação de Radoslav Stoyanov em terceiro lugar ($228.241).

À semelhança do belga, o búlgaro também acabou all in na small blind e Hutter pagou mais uma vez na big.

Stoyanov mostrou 49 e o norte-americano KQ, sempre com jogo. O flop foi A23 e Stoyanov tinha alguns motivos para sorrir. O restante runout foi 1010 e Hutter ganhou com o seu rei alto.

Esta eliminação deixou Hutter com 9.200.000 fichas e Veiga com 6.100.000, estava tudo em aberto.

Hutter conseguiu levar a stack do luso até aos 2.700.000, mas estava escrito que seria ontem o dia em que o ouro de Las Vegas viria para Coimbra, Portugal.

O grind foi duro e 10 mãos depois aconteceu uma das mãos mais importantes do dia, provavelmente o click que levou ao arranque até à vitória.

Num limped pote, o flop mostrou 452 e Hutter apostou 225.000, Veiga optou pelo raise para 550.000 e o norte-americano respondeu com 3-bet shove. Veiga tinha apenas mais 1.46 milhões e pagou.

Hutter tinha o “mundo” com 73 e Veiga tinha um nuts, [s 6s3c], que teria de evitar uma boa parte do baralho. O destino quis que a restante board fosse 27 e o rail comemorou quase como se de uma vitória final se tratasse.

O grind continuou e Veiga foi para o intervalo já na frente da contagem, a diferença seria de perto de 3 milhões de fichas.

O regresso do repouso fez com que em 4 mãos veiga passasse a liderar com 11.800.000 a fazerem sombra às 3.600.000 de Hutter.

Hutter conseguiu recuperar algumas mas já não foi a tempo. A última mão foi bastante feliz por parte de Veiga mas é mesmo assim para levantar o caneco por vezes é necessário uma pontinha de sorte.

Jogava-se a mão #271 quando Veiga fazia limp no botão e Hutter encostava 3.66 milhões. O luso pediu contagem e encostou-se para trás na sua cadeiras, segundos depois anunciou o call.

Hutter virou A10 e Veiga precisava de alguma ajuda para o seu K10.

Existiam outras formas de alcançar a vitória mas o flop 2K7 trouxe um rei.

O rail foi ao delírio e puxou muito por tudo o que não fosse um ás. O turn foi um 8 e o river um 7.

 

foto: WSOP.com/Danny Maxwell

Partilha esta notícia

2 Comentários

High Roller “Diogo Veiga” en Figueira Poker Fest | Golden Poker Series há 4 semanas

[…] Evento #54: Big Blind Antes $3.000 NLH  […]

Vodkas há 5 meses

QUACK!!!



Deixe um Comentário

Os comentários efectuados por utilizadores não registados terão de ser aprovados por um moderador. Pode fazer Login ou, se ainda não é membro, Registar-se de forma a poder comentar sem moderação.