PokerPT.com

Quais os países com mais regulares na PokerStars.FRESPT?

09/05/2019
Daniel Fidalgo

Os nossos amigos espanhóis do Poker10 fizeram um excelente trabalho na compilação de resultados na PokerStars.FRESPT e lançaram um artigo bastante interessante sobre a demografia dos torneios da sala da espada vermelha a sul da Europa.

Como base para a análise estatística foram usados 1.511 torneios (Warm-Up, Special e High Roller), todos com prize pools superiores a €10.000 a partir de 24 de Fevereiro de 2019. Ou seja, já com os jogadores nacionais na pool do mercado partilhado.

Como seria de esperar, os jogadores franceses e espanhóis dominam estes fields e estão tecnicamente empatados com um média de 18,65% do field nestes eventos. Não é também de estranhar que Portugal surja na terceira posição com 13,39% do field. Brasil também tem uma larga percentagem de jogadores neste field e conta, em média, com 11,97% do field.

Percentagem de jogadores no field
Gráfico Poker10: Percentagem de jogadores no field

Apesar da terceira posição no que diz respeito a número de jogadores nestes eventos, Portugal perde essa posição para o Brasil no que toca a vitórias. Os jogadores brasileiros ocupam o pódio com 224 vitórias atrás de Espanha(280) e França (265), respectivamente. Portugal conta 214 títulos, o que equivale a 14,16% da base de estudo.

Percentagem de vitórias
Gráfico Poker10: Percentagem de vitórias

Países com maior número de jogadores regulares

A base de torneios pode não ser muito extensa, mas deixa-nos uma boa noção dos países que mais jogadores regulares metem neste mercado. A análise é realizada ao compararmos as percentagens no field com a percentagem de vitórias nestes torneios. Os países com percentagens de vitórias superiores em relação à percentagem do field têm os melhores jogadores.

Assim, para esta amostra (pequena) de torneios, podemos salientar que Portugal tem uma boa razão de jogadores regulares na sala. Pode-se também aferir o que empiricamente é dito quase todos os dias nas redes sociais: Brasil, Rússia, Lituânia e Ucrânia metem uma grande percentagem de jogadores regulares nestes eventos, o que torna a abertura de mercado a jogadores internacionais muitas vezes injusta.

Por outro lado, uma coisa que é muita vezes repetida também é verdade: “nem todos os ‘estrangeiros’ são regulares”, como se pode ver no gráfico abaixo:

Comparação de percentagem de field e de vitórias nos torneios
Gráfico Poker10: Comparação de percentagem de field e de vitórias nos torneios

Concordas com a abertura da PokerStars.FRESPT a jogadores de outros países?

freeroll pokerpt livesponsors

Sem Comentários



Deixe um Comentário