PokerPT.com

PokerStars tem que fechar na Holanda até 1 de Novembro

23/09/2021
Luís Sousa

Uma no cravo, outra na ferradura. A expressão encaixa na experiência de poker online nos Países Baixos, após vitória judicial no início de 2021, o contexto é virado do avesso com as instruções de Sander Dekker, Ministro de Protecção Legal, para “intensificar a aplicação” da nova regulamentação que prevê duras penalidades e apertadas regras contra operadores não licenciados. O Kansspelautoriteit, regulador holandês, estará com atenção a partir de 1 de Novembro aos operadores ilegais, um mês antes da data de entrada de vigor da nova regulamentação de jogo online do país.

As declarações significam que PokerStars, partypoker (bwin), 888poker e Unibet, que ainda operam como “mercado cinzento” no países das flores, terão que fechar as portas até ao primeiro de Novembro ou estarão em risco de incorrer nas mencionadas “duras penalidades”. Os operadores ilegais cujo volume de negócio no país exceda os €15 milhões serão multados em 4% do valor, com a KSA a estimar nos casos onde os números não estejam disponíveis. Para os abaixo, o mínimo é €600.000 de multa.

“Será uma nova situação. No final de Setembro serão anunciadas as operadoras que obtiveram com sucesso a licença. Há apertadas condições para entidades legais sob a supervisão da autoridade de jogo. A intenção da lei é “transferir” jogadores do ilegal para o legal.” René Jansen, presidente da KSA.

Os jogadores holandeses terão que esperar pelo menos seis meses para jogar nos operadores mencionados acima, pois todos menos a 888 foram multados pelo KSA por “activamente perseguir jogadores holandeses e estão num período de “cooling-off”. O mais cedo que estes operadores podem regressar ao mercado holandês é no T2 de 2022.

Nota para o facto da GGPoker ter saído deste mercado há dois anos e estará na linha da frente para reentrar no mercado dos Países Baixos com uma licença, tendo assim evitado qualquer multa.

Pacote de Boas-Vindas & Bónus de 100% até €500

Sem Comentários



Deixe um Comentário