PokerPT.com

PokerStars estima perdas de £50 milhões após saída dos Países Baixos

26/11/2021
PavlovDoorman

A Flutter Entertainment, empresa mãe da PokerStars estima perdas de £50 milhões no ano de 2022, relacionadas com a saída do mercado dos Países Baixos.

A entrada em vigor do mercado regulado nos Países Baixos, provocou a saída de inúmeros operadores de jogo online do país. Um desses operadores foi a PokerStars, que tinha até 1 de Novembro para deixar o país, e que decidiu fazê-lo a 1 de Outubro. Empresa que espera agora obter a licença para operar legalmente no país.

Durante este processo, em que espera pela licença, a Flutter estima que terá perdas de £10 milhões durante o 4º trimestre de 2021, e outros £40 milhões durante 2022. Números estimados desde que se concretize a obtenção de uma licença para a PokerStars durante o 3º trimestre de 2022.

Assumimos que vamos recomeçar a operar no 3º trimestre de 2022 e que as nossas operações nos Países Baixos alcancem o break even durante o segundo semestre do ano, enquanto reinvestimos para recuperar clientes.

A Flutter, através da PokerStars, teve outra má notícia nas últimas semanas, na Áustria. País onde o Supremo Tribunal ordenou a PokerStars a pagar tudo o que um jogador perdeu a jogar na sala, pelo motivo de a sala estar a operar de forma ilegal.

Na Áustria apenas uma empresa estatal tem permissão para oferecer jogo online, e sabendo disso um jogador decidiu contratar a empresa de advogados Gottgeisl & Leinsmer, reclamando tudo o que tinha perdido a jogar na sala, entre 2014 e 2019.

O queixoso começou por ganhar no tribunal de Viena, a sala apresentou 2 recursos. Um em matéria civil e outro contra a decisão do tribunal superior de Viena. O Supremo Tribunal austríaco pronunciou-se no final de Outubro, dando uma vez mais razão ao jogador, declarando que uma vez que a sala não tinha licença para operar no país, o contrato da sala com o jogador era nulo e por isso anulado. Foi ainda determinado que a sala terá de pagar a diferença entre os depósitos e levantamentos do jogador em questão, que neste caso é de €28.000.

A mesma empresa de advogados, a Gottgeisl & Leinsmer (G&L), diz representar outros 2.000 jogadores, que também pretendem reaver o dinheiro perdido. Deste número elevado de clientes da G&L, vários jogavam na PokerStars.

Todos estes casos têm por base o enquadramento do poker como um jogo de sorte ou azar, e não um jogo de perícia na Áustria.

Pacote de Boas-Vindas & Bónus de 100% até €500 & Oferta de €50 em SPINS

Sem Comentários



Deixe um Comentário