PokerPT.com

Poker room de Johnny Chan fechou repentinamente

10/12/2021
Luís Sousa

A história ainda irá a meio mas o ambiente de poker ao vivo no Texas é estranho. Sem regulamentação e com a operação de jogo-a-dinheiro proibida, o maior estado dos EUA está recheado de poker rooms, mais precisamente na cidade de Houston. Com operações questionáveis há vários anos, a notícia ganha destaque mundial quando Johnny Chan aparece envolvido devido à sua percentagem na poker room 88 Social Club, a quem empresta o seu nome. O maior problema do momento é o dinheiro que os jogadores têm em fichas, que os rumores apontam para entre $800k e $1.2 milhões.

O Johnny Chan’s 88 Social encerrou as suas portas no início de Dezembro, a poucos dias de realizar um festival de Inverno, já após limitar o levantamento de fichas a $2.000 por dia por jogador. Segundo os rumores locais, o encerramento terá sido motivado pelo desvio de fundos numa operação em que a falta de um regulador abre espaço a vigaristas e suas vigarices.

Um vídeo pela internet, produzido pela Dolcefino Consulting a pedido do Prime Social, segundo os nossos colegas da PokerNews, um concorrente de vários clubs mencionados abaixo:

Acima podemos assistir a várias entrevistas nas poker room com David La, principal suspeito, com Johnny Chan, que se apresenta como vítima, Justin Hammer, Director de Torneios, e mais contribuições a admitir ilegalidades, como cobrar rake.

Após o rebentar de mais um problema no poker ao vivo nos EUA, Mike Matusow e Doug Polk destacaram-se com as suas reacções a apontarem para, separadamente, as suas entradas no poker ao vivo no Texas. O primeiro aponta ter falado com Chan e repete as palavras do mesmo assim, apesar de levantar algumas dúvidas sobre as declarações do Hall of Famer, e com Polk a residir em Austin é fácil de ver um cenário em que abre uma poker room, estando a “considerar opções”.

 

*Foto: Facebook/88 Social

100 Jogadas Grátis no Registo + Aposta sem Risco até €20 + 100% até €500

Sem Comentários



Deixe um Comentário