PokerPT.com

“Nunca estive tão nervoso” – Phil Nagy e o podcast com Joe Ingram

02/05/2019
PavlovDoorman

Esta semana tivemos um dos encontros mais aguardados dos tempos recentes, no que ao mundo do poker diz respeito, com Phil Nagy a ser o convidado de Joe Ingram. E sabemos agora, por palavras do próprio Nagy, que “nunca estive tão nervoso“.

Após o podcast com Joe Ingram, que podem ver aqui, ficaram ainda algumas perguntas por fazer, e algumas dúvidas sobre o “encontro” entre os dois. Perguntas que o site highstakesdb fez e que a seguir traduzimos:

HSDB: A discussão correu como esperado – ou melhor/pior?

Não fazia ideia do que esperar. Para ser sincero, nunca estive tão nervoso como antes de aquilo começar. Há mais de um ano que não temos uma boa relação e não sabia o que esperar.

HSDB: Parece que conquistaste o Joey na maior parte dos assuntos – foi uma surpresa para ti?

Acho que conquistar é um termo forte. O meu objectivo não era conquistar ninguém, mas fazer com que continuem vigilantes e nos tomem por responsáveis de forma regular. Espero ter, no início da semana, um plano detalhado com datas e mais detalhes depois disso.

HSDB: O Joey é uma pessoa influente na indústria/comunidade. Foi essa a razão principal para participar no seu programa? Ou foi mais para limpar o ar entre vocês?

Bom, na minha forma de ver, se eu fosse ao programa do Joey não haveria ninguém na comunidade que me responsabilizasse mais, que a pessoa mais séptica em relação a ti. Eu não lhe pago, ele não tem qualquer motivação para ser simpático comigo, e acho que qualquer operador que queira realmente melhorar precisa disso.

HSDB: Pareces verdadeiramente dedicado a afastar os bots e a batota – porque é que as pessoas se mostram tão negativas sobre as tentativas de fazer isso?

Isso é fácil, porque as pessoas esperam mais de mim/da WPN (Winning Poker Network). Foi por isso que crescemos tão rapidamente, e por isso é que é/foi tão desapontante não estar à altura das expectativas. Não posso dizer que não voltará a acontecer, o que posso dizer é que vamos falhar mas vamos encontrar formas de recuperar de forma rápida – e seremos francos sobre o assunto.

HSDB: Qual a tua expectativa sobre a reacção da comunidade de poker ao podcast?

Tenho recebido de tudo, desde “continuas a ser o mesmo pedaço de merd@ que sempre foste”; a “essa é a WPN que adoramos e amamos”.

Espero manter a atenção das pessoas e que quando se sentirem confortáveis, vão ver o que eu vejo – uma empresa que é boa para o poker.

HSDB: Consegues dizer uma percentagem do número de contas de bots?

Se eu conseguisse fazer isso então seria 0%. Olho para isso como uma faca de dois gumes:

1. Trabalhar para identificar potenciais bots.
2. Identificar todos os que jogam qualquer volume, começando no topo e indo por aí abaixo.

Creio que com algum tempo conseguiremos focar-nos em saber quem é quem antes de eles chegarem a um volume superior. Vou manter as pessoas actualizadas com os resultados, pois se não conseguirmos os resultados esperados, vamos mudar de estratégia.

HSDB: Alguma vez pensaste utilizar/pagar a designers de bots, para apanhar outros bots?

Sim. Mas é difícil confiar em alguém neste tipo de assunto. Estou a ver outras soluções, como por exemplo o que a Netflix fez (n.d.r. abriu um concurso a equipas externas, para apresentarem soluções de forma a melhorar o algoritmo de recomendações).

HSDB: Disseste várias vezes que não há padrões da indústria sobre como lidar com bots. Como é que podes mudar isso?

Apenas posso liderar pelo exemplo (o que não é o ideal). Se tiver o sucesso que almejo, espero passar o conhecimento ao resto da indústria. O tempo o dirá.

HSDB: O trabalho recente da ACR com bots/reembolsos, pode ser esse padrão?

Acho que é um ponto de partida. Não sei se será algo grande ou pequeno nas outras empresas, não tenho esse tipo de conhecimento sobre o seu negócio.

HSDB: Podes revelar um pouco mais sobre a expansão na Costa Rica?

Bom, há menos de um ano mudamos a nossa empresa, pois crescemos além do espaço onde estávamos. Isso voltou a acontecer e por isso decidi procurar algo bem maior que aquilo que precisamos, mas com a expectativa de crescer até esse ponto. Não quero dizer mais nada sobre esse assunto, já que um edifício não deve criar falsas associações de marca.

Para terminar, vamos marcar esta data no calendário e planear algumas actualizações regulares – começando com um plano de alto nível, e transparente. Devo ter algo para mostrar ao mundo, no início da próxima semana.

Já nos segues no Facebook? Instagram? Youtube?

2 Comentários

BlocoDaBarra há 3 anos

O tempo estará cá para ajudar a dissipar as dúvidas, é o melhor amigo destas situações!

CALLIBAN há 3 anos

Estive a ouvir tudo. Foi em interessante, principalmente as mudanças que está disposto a fazer, como as mesas só para americanos. Já sei que também está todo disponível porque a) viu o site a perder gente e b) recebia ameaças de morte, mas o que é certo é que isto vai ser bom para todos. Grande Joe Ingram! O pessoal já manda bocas que isto lembra o Howard Lederer...não concordo, eu estou com tendência a confiar neste gajo.



Os comentários não são permitidos de momento

Deixe um Comentário