PokerPT.com

Manuel Ruivo 5º no Evento #17 das WSOP – $57,326

09/06/2019  /  PavlovDoorman Sem Comentários

Um ano depois, Manuel Ruivo voltou à mesa final de um evento das World Series of Poker. Depois do 6º lugar no Millionaire Maker de 2018, Manuel Ruivo foi 5º no Evento #17 – $1,500 No-Limit Hold’em Shootout. Classificação que lhe valeu um prémio de $57,326.

Este torneio teve 917 participantes, 100 jogadores no Dia 2, e a este Dia 3 já só chegaram 10:

# Jogador País Stack
1. Brett Apter EUA 2,258,000
2. Anatolii Zyrin Rússia 2,306,000
3. Marko Maher Eslovénia 2,240,000
4. Shintaro Baba Japão 2,237,000
5. Adrian Scarpa EUA 2,286,000
6. Michael O’Grady EUA 2,298,000
7. Kenna James EUA 2,203,000
8. Cary Katz EUA 2,266,000
9. Manuel Ruivo Portugal 2,245,000
10. Tommy Nguyen Canadá 2,213,000

O Dia 3 até começou muito bem para Ruivo, que nos primeiros minutos chegou à liderança após um pote carregadinho de fichas:

Kenna James em early position abriu para 23.000, e Ruivo em middle position 3bet para 75.000. Tudo fold até James que não se ficou, e elevou a fasquia para 223.000. O português deu call.

Flop: J62
James apostou 300.000 e call de Ruivo.

Turn: 2
James voltou a apostar, desta vez 500.000. E uma vez mais recebeu call do português.

River: A
James fez check, e foi Ruivo a partir para a ofensiva, apostando 500.000. James depois de alguns minutos a pensar, fez fold.

Nesta mão acima descrita, Ruivo ganhou 1.075.000 fichas, e chegou às 3.320.000. E continuou a subir, quando pouco depois ganhou 380.000 fichas a Marko Maher. Desta vez a mão acabou com check no river (J2243), Ruivo mostrou KK e o adversário foldou.

Já depois de Cary Katz ter passado à sua frente, o português conseguiu ganhar mais um belo pote, onde subiu mais 750.000 fichas. Numa mão contra Brett Apter e Q8 na board, com cerca de 1 milhão no centro, Ruivo apostou 2.000.000 e Apter a ter de dar call all-in, fez fold. Após esta mão, Ruivo passava a ter 3.900.000.

Numa toada de parada e resposta, Katz conseguiu passar os 4 milhões de fichas, e Ruivo logo a seguir voltou a ultrapassar o norte-americano. Desta vez ganhando 400.000 a jogar contra Tommy Nguyen. Estavam 9 jogadores em prova, e agora os líderes eram Ruivo e Nguyen, os primeiros jogadores a passarem os 5 milhões de fichas.

Os jogadores começaram a cair, e Ruivo continuava na frente, parecia bem lançado para chegar à decisão final. Quando restavam 6 jogadores, o português tinha uma enorme vantagem para os restantes jogadores:

  • Manuel Ruivo – 7,700,000
  • Anatolii Zyrin – 4,700,000
  • Brett Apter – 3,900,000
  • Adrian Scarpa – 3,000,000
  • Tommy Nguyen – 1,950,000
  • Cary Katz – 1,500,000

O pior veio a seguir… Primeiro dobrou Nguyen, descendo às 5.900.000 e já depois da saída de Katz no 6º posto, dobrou Anatolii Zyrin, que passou à sua frente:

Zyrin abriu com all-in de 2.690.000 no botão, e Scarpa na SB fold. Ruivo na BB deu call de imediato com AQ, Zyrin tinha K9.

Flop: 852
Turn: 3
River: K

O river permitia a Zyrin continuar em jogo, chegando às 5.640.000 fichas, e Ruivo descia às 4.300.000. Uma stack confortável, que infelizmente não lhe permitiu continuar em prova muito mais tempo, novamente numa mão pouco afortunada com Zyrin.

Zyrin limp no cutoff, e Ruivo na SB raise para 675.000. Zyrin deu call.

Flop: 654
Ruivo apostou 755.000 e Zyrin respondeu com all-in de 4.900.000. Ruivo depois de alguns segundos a ponderar deu call all-in.

Ruivo: JJ
Zyrin: 55

Turn: 9
River: 2

Pela brilhante prestação neste evento #17, a sua segunda mesa final nas World Series of Poker, Ruivo recebeu $57,326.

Neste momento estão 2 jogadores ainda em prova: Brett Apter e Anatolii Zyrin.

*fotos Hayley Hochstetler/Pokernews

freeroll pokerpt livesponsors

Partilha esta notícia

Sem Comentários



Deixe um Comentário