PokerPT.com

Kenneth Alexander deixa de ser CEO da GVC; Shay Segev é o sucessor

Foi há mais de um ano que as acções da GVC Holdings entraram em queda na bolsa devido à suspeita de que Kenneth Alexander iria abandonar a empresa. Apesar de ter anunciado na altura que tinha um plano para a companhia de mais três anos, Alexander abandonou agora o cargo de CEO da empresa mãe da partypoker.

Nos 13 anos ao serviço da companhia, Alexander esteve presente em grandes acontecimentos, como a aquisição do grupo Landbrokes-Coral, da Bwin.Party e da Sportingbet. Mais recentemente juntou forças como o grupo MGM Resorts para expandir a sua área de acção pelos Estados Unidos, onde espera em breve entrar no mercado regulado da Pensilvânia.

“Dei 13 anos à GVC e agora quero dar algum tempo à minha familia. Apreciei todos os minutos em que ajudei a tornar a GVC na companhia que é hoje e tenho orgulho em tudo o que conquistámos”, disse Kenneth Alexander.

Com a saída de Alexander, a empresa já anunciou o seu sucessor. Shay Segev, COO da companhia, irá assumir o cargo e juntar-se à concelho de administração nas próximas semanas, decisão apoiada pelo ex-CEO:

“Como accionista, sei que a companhia está em boas mãos. Ele também é um defensor da protecção dos jogadores e partilha a minha visão de que apenas uma empresa responsável pode ser uma empresa sustentável e bem-sucedida”, disse Alexander.

Apesar da transição pacifica, a companhia sofreu na bolsa, com as acções a caírem 5.7% com este anúncio, aliado também aos resultados da empresa na primeira metade do ano, no qual, devido à pandemia, sofreu uma diminuição de 11% nas receitas.

€8 Grátis + Bónus 100% até €400
Partilha esta notícia

Sem Comentários



Deixe um Comentário