PokerPT.com

Justin Bonomo terá perdido mais de $1 milhão no caso do uso de RTAs na GGPoker

21/04/2022
Daniel Fidalgo

As recentes acusações de Alex Foxen a Ali Imsirovic trouxeram de novo a polémica do caso de Fedor Kruse e do uso de RTAs (Real Time Assistence) para o foco da comunidade de poker. Justin Bonomo revelou agora mais detalhes sobre as contas banidas e diz que perdeu mais de $1 milhão nesses jogos.

O caso de Fedor Kruse rebentou em Setembro de 2020, quando um companheiro de casa do jogador alemão decidiu “colocar a boca no trombone” e mostrar provas de que o jogador andava a usar RTA enquanto jogava na GGPoker e PokerStars .

Como consequência das alegações, a GGPoker fez a sua própria investigação e tomou uma série de medidas para tornar os jogos mais seguros. No total, foram banidas da sala 40 contas e foram confiscados $1.175.305, que mais tarde foram distribuídos aos jogadores lesados.

Na altura, a GGPoker não revelou o nome dos jogadores que foram banidos da sala, mas sabemos agora que, segundo Alex Foxen, Ali Imsirovic terá sido um dos jogadores bloqueados. No Twitter, Justin Bonomo decidiu tornar publicas mais algumas informações sobre este caso.

Como se pode ler na sequência de tweets acima, Bonomo alega que perdeu mais de $1 milhão nestes jogos em que foram usados RTAs e/ou collusion na GGPoker.

O jogador americano implica também outro grande nome dos high stakes na lista de jogadores banidos, alguém cujo nome começa pelas letras “Ja”, mas que não é Jason Koon, porque este continua a jogar na sala. Desta forma, o nome de Jake Schindler surge como o principal candidato a maior infrator deste infame caso.

Bonomo acrescenta ainda que as provas de batota vão além do histórico de mãos e que são irrefutáveis. Talvez por isto Ali Imsirovic não contestou quando foi banido da sala, como Doug Polk afirmou no podcast com Greg Merson.

€8 Grátis + Bónus 100% até €400

Sem Comentários



Deixe um Comentário