PokerPT.com

Isai Scheinberg declara-se culpado no processo Black Friday

Depois de anos sem falarmos no assunto, a Black Friday ressurgiu no nosso radar com Isai Scheinberg a entregar-se às autoridades federais dos Estados Unidos no início deste ano.

A extradição do cofundador da PokerStars parecia preceder de um suposto acordo entre os advogados de Scheinberg e governo americano e a mais recente notícia sobre o assunto evidência isso mesmo. Isai Scheinberg que se disse inocente no caso e pagou uma fiança de $1 milhão para depois viajar para a Suíça, onde vivia até bem pouco tempo, diz-se agora culpado das acusações de que foi alvo.

Relembramos que neste caso em particular, Scheinberg é acusado de fraude bancária, lavagem de dinheiro e jogo ilegal. Os restantes réus neste processo tiveram sentenças leves e parece que é isso mesmo que vai acontecer com o ex patrão da sala online, apesar de o Department of Justice (DoJ) indicar que Scheinberg enfrenta até cinco anos de prisão efectiva. O procurador do caso Geoffrey S. Berman disse:

“Há dez anos atrás, o DoJ acusou 11 réus que operavam e forneciam serviços fraudulentos de processamento de pagamentos a três das maiores empresas de poker online que operavam nos Estados Unidos – PokerStars, Full Tilt Poker e Absolute Poker – que operavam jogos ilegais entre outros crimes. Tal como mostra a declaração de culpa de Isai Scheinberg, o tempo não prejudicará o compromisso deste departamento em responsabilizar os indivíduos que violam as leis dos Estados Unidos.”

A conclusão deste caso, que já tem nove anos, parece estar próxima, ao qual falta apenas uma etapa tudo terminar. A sentença do juiz distrital dos Estados Unidos Lewis A. Kaplan ainda não tem data marcada, mas parece que será mesmo o ponto final neste processo.

Partilha esta notícia

Sem Comentários



Deixe um Comentário