PokerPT.com

Ex-senador de New Jersey contra interpretação do Wire Act

O início de ano nos Estados Unidos trouxe uma má notícia para os operadores de jogo, e também para os jogadores de poker. O Departamento de Justiça (DOJ) emitiu nova interpretação do “Wire Act“, lei de 1961 que foi realizada para impedir as apostas desportivas entre estados americanos, e que consequentemente também impedia jogos online como poker.

O parecer sobre a lei foi alterada em 2011 e levantou a proibição aos jogos online, limitando apenas as apostas desportivas. Assim, muitos operadores de jogo começaram a oferecer jogo interestadual, tal como a 888poker que em conjunto com a WSOP.com oferecem liquidez partilhada entre Delaware, New Jersey e Nevada. No entanto, novo revés na interpretação da lei aconteceu no início deste ano, com nova proibição aos jogos online entre estados.

As novas mudanças trouxeram também muitos críticos e um deles é o ex-senador de New Jersey, Raymond Lesniak (foto), que não ficou feliz com o parecer do DOJ e deixou isso bem claro ao Online Poker Report:

Parece que tenho ir a tribunal novamente para colocar em sentido o DOJ no que se refere às leis dos estados, tal como fiz no passado com as apostas desportivas. Esta interpretação é ultrajante. Coloca em risco lotarias dos estados e como tal também as suas receitas. Se o Congresso não resolver este caso, eu vou agir nos tribunais.

Lesniak teve um papel fulcral na legalização do jogo online em New Jersey (segundo estado a legalizar o jogo) e contribuiu muito para a interpretação do “Wire act” de 2011. O actual senador de New Jersey, Steve Sweeney também se opõe à decisão do DOJ e pediu ajuda a Lesniak sobre esta matéria.

Sheldon Adelson no outro lado da luta

Sheldon Adelson
Sheldon Adelson

O mal amado pelos jogadores de poker, Sheldon Adelson nunca escondeu que se opunha à decisão de 2011. O bilionário dos casinos Las Vegas Sands apoiou, em 2014, o Restoration of The American Wire Act (RAWA), que foi rejeitado no Congresso dos Estado Unidos.

A opinião deste ano sobre o “Wire Act” trazem novamente o nome de Adelson para o centro da discussão. Segundo o Washington Post, Adelson doou $113 milhões para apoiar os candidatos republicanos em 2016, e mais $20 milhões na campanha de Donald Trump. Isto levanta uma forte suspeita de favorecimento do DOJ, que até foi comentada pelo ex-congressista Ron Paul que disse ser “um dos exemplos mais descarados de capitalismo e compadrio” e um “presente de agradecimento” a Sheldon Adelson.

Lesniak também não poupou nas palavras para acusar o bilionário dos casinos:

O jogo de “tijolo e cimento” está a morrer. A nova geração tem pouco interesse nos casinos. Todos estão online, e é lá que está a acão. Só não percebo porque Sheldon Adelson pensa que isto é importante para proteger os seus negócios.

Como reverter a nova interpretação do Wire Act?

Existem duas formas de reverter a decisão do DOJ deste ano. Uma é alterar o “Wire Act” que está completamente obsoleto para os dias que correm. Não faz sentido que uma lei de 1961, em que não existia internet, esteja a limitar os jogos e apostas online. Este é o caminho mais complicado e que o próprio Lesniak tentou percorrer há 11 atrás, sem sucesso.

O caminho mais fácil e também mais acessível é a barra dos tribunais. Uma decisão favorável ao jogo online entre estados poderia abrir um precedente e assim revogar a interpretação do DOJ. É aqui que se esperam movimentações dos opositores à nova interpretação e operadores de jogo online interessados, como a 888poker.

Apesar de os operadores terem seis meses para se adaptarem à nova decisão do DOJ, os efeitos negativos já se fazem sentir nos Estados Unidos, com a Pensilvânia a pedir aos operadores de jogo para que cumpram a lei em apenas um mês, de modo a que o lançamento do jogo online no estado seja realizado nos prazos previstos.

Já nos segues no Facebook? Instagram? Youtube?

Partilha esta notícia

Sem Comentários



Deixe um Comentário


01/02/2019 Daniel Fidalgo Sem Comentários