PokerPT.com

Campeão australiano de poker para surdos, criticado por não ser “suficientemente surdo”

25/10/2019
PavlovDoorman

Terminou com polémica a edição de 2019 do campeonato australiano de poker para surdos, já que o campeão australiano de poker para surdos foi acusado de não ser “suficientemente surdo”.

O campeonato australiano de poker para surdos foi organizado pelo casino Crown, de Perth, e começou a 17 de Outubro. Um torneio de AU$150 que teve 100 participantes e que terminou com a vitória de Chris Smitton.

Uma vitória muito contestada, minutos depois de se confirmar. Contestação que chegou às redes sociais do evento:

“Parabéns a todos os jogadores, menos ao Chris Smitton”

“Pensei que o Main Event fosse apenas para surdos e pessoas com audição limitada”.

Smitton à direita, de chapéu

A presença de Smitton começou por chamar a atenção no início do torneio, quando os participantes se apresentaram através de linguagem gestual, e Smitton apenas apontou para uma tatuagem com o símbolo de mute, que tem junto à orelha direita.

No passado domingo, 21 de Outubro, Smitton bateu Mikey Wilkie no heads-up e ganhou o troféu e primeiro prémio de AU$3,300.

Após as críticas, a organização pediu respeito pelo vencedor:

Creio que têm de pedir desculpa ao Chris, pois ele não tem a culpa toda. Ele apenas perguntou se podia participar, sendo surdo de um ouvido, e sim, talvez as regras não fossem devidamente explicadas.

Já Smitton disse em declarações a um jornal local que a sua vitória foi justa, e que é surdo profundo no ouvido direito, e ligeiramente surdo no ouvido esquerdo.

A DPA (Deaf Poker Australia), anunciou que ia investigar a situação. Investigação que concluiu que Smitton é o justo vencedor. Isto porque acima das regras da DPA, estão as leis estatais e federais impostas no casino:

De acordo com as regras, termos e condições estipuladas pelo Crown Perth, que são regulamentadas pelo estado e o governo federal, e assim sobrepôem-se às regras de torneio da DPA, o Mr. Smitton tinha o direito de participar.

A DPA disse ainda que Smitton cooperou em todo o processo com a direcção da associação, fornecendo documentação onde se confirma a perda de audição. A associação explicou também o porquê da distinção entre as regras próprias e as leis:

Como uma comunidade pequena mas unida, os jogadores de poker surdos ou com dificuldades de audição, precisam de manter determinados padrões. Assim como os Paralímpicos têm de preservar a sua própria integridade, assegurando-se que todos os participantes estão devidamente qualificados, as organizações de poker para surdos também têm de se auto-regular.

*fotos Deaf Poker Australia

Sem Comentários



Deixe um Comentário