PokerPT.com

Bill Perkins levantou o véu sobre a “bomba” e acabou criticado por exagerar

O mundo do poker teve uma noite animada na madrugada de sábado para domingo, com um tweet de Bill Perkins que falava de um suposto escândalo maior que o PostleGate. Ontem Bill Perkins levantou o véu, mas acabou por levar com várias críticas.

Tudo começou quando Perkins disse que estava a investigar um caso de batota que faria o PostleGate (caso que envolve Mike Postle), parecer uma “brincadeira de crianças”. O que seria? Perkins não disse de imediato, mas parecia que alguém sabia do que Perkins estava a falar, e esse alguém é Joey Ingram, que pouco depois partilhou um vídeo dizendo que o caso tinha a ver com as salas não legalizadas, e que não considerava que fosse maior que o PostleGate.

Acontece muita porcaria nestes sites. Pessoas que perdem a cabeça, pessoas que não cumprem as regras dos clubes. Creio que o Bill só agora se apercebeu disto, ficou chateado e publicou o tweet. E vai contar tudo ao público.

Ontem Bill Perkins levantou o véu, mas ao mesmo tempo como que o pousou de forma quase definitiva:

Acordo com 1 dos participantes, dei a minha palavra que não iria revelar publicamente.
A NÃO SER que tenham mentido durante as perguntas.
Jogo: Privado
App: download para amigos
Batota: jogadores profissionais a jogarem em contas de fish
Número de participantes: desconhecido
Investigação: a decorrer
Provas: Confissão/prova física

Ontem mesmo, Perkins ilibou um jogador de topo: Jason Koon, que segundo Perkins foi convidado a participar do esquema, mas rejeitou.

Uma das pessoas que criticou Perkins, foi Doug Polk:

Não quero de todo tirar importância ao que se passou, mas se dizes que “faria o PostleGate parecer uma brincadeira de crianças”, tens de ter algo mais que alguém a jogar online na conta de outra pessoa.

O Postle passou um ano sentado numa mesa, ao lado das pessoas que estava a enganar, usando o serviço de streaming para fazer a batota, enquanto fingia ser amigo delas.

Multi account está longe de ser do mesmo nível.

Outra das críticas partiu de David Williams, 2º classificado no Main Event WSOP de 2004, torneio ganho por Greg Raymer. Williams recorreu à ironia, ao mesmo tempo que marcava Veronica Brill no seu post. Veronica que foi quem tornou público o caso de Mike Postle.

Acordo com 1 dos participantes, dei a minha palavra que não iria revelar publicamente.
A NÃO SER que tenham mentido durante as perguntas.
Jogo: NL Holdem televisionado
App: Stones Casino
Batota: telemóvel na virilha
Número de Participantes: desconhecido
Investigação: a decorrer
Provas: vídeo

Veronica (Angry_Polak no Twitter), é assim que se faz

Outra voz crítica foi a de Mike Gorodinsky:

Parece que o Bill Perkins se apercebeu que provavelmente estaria a ser ghosted nos seus jogos online privados “apenas para recreativos”? Hoje em dia qualquer americano joga todos os dias com uma nova multi account, e dá-se por satisfeito se o jogo em si não estiver viciado. Bem vindo ao poker online não regulamentado!

E agora a que provavelmente era a única pessoa a fazer ghosting no seu jogo privado, não vai ser denunciada para “proteger as pessoas inocentes”. O que quer que isso queira dizer. Não consigo parar de rir. Meu, vai dar uma volta: arranja problemas a sério.

*foto SoMuchPoker

Bónus de 50%, até um máximo de 50€
Partilha esta notícia

Sem Comentários



Deixe um Comentário