PokerPT.com

Aldemir, Oliver e Holmes os 3 finalistas do Main Event WSOP

17/11/2021
PavlovDoorman

São 3 os jogadores que esta noite vão disputar a bracelete mais desejada do mundo do poker, a bracelete do Main Event. Após o Dia 8 restam Aldemir, Oliver e Holmes os 3 finalistas, sendo que o alemão Koray Aldemir volta a repetir a liderança, desta vez ainda mais destacada.

Esta podia ser a notícia da noite, com o Main Event a meras horas do seu final, mas não. A notícia da noite surgiu durante a transmissão da mesa final, pela PokerGO, onde ficamos a saber que as WSOP de 2022 voltarão às datas habituais, entre Maio e Julho, mas ainda mais importante, serão disputadas em plena Las Vegas Boulevard nos casinos Ballys e Paris.

Voltando a este Main Event, o Dia 8 do evento #67: $10,000 MAIN EVENT No-Limit Hold’em World Championship, começou com 9 jogadores e após quase 7 horas de acção terminou com apenas 3 jogadores. Isto quando a organização tinha programado o final do dia com 4 jogadores. Contudo um acordo entre os jogadores, para se jogar mais 30 minutos, resultou na saída de mais um jogador, Joshua Remitio.

Logo mais, a partir das 14h00, hora local (22h00 em Portugal Continental), o último dia do Main Event das WSOP começará com as fichas assim divididas:

  • Koray Aldemir – 264.600.000
  • Jack Oliver – 77.300.000
  • George Holmes – 57.400.000

O Dia 8 começou a todo o gás, com duas eliminações logo nas 6 primeiras mãos. Na 5ª mão da mesa final caiu Chase Bianchi:

Na quinta mão do torneio, Jack Oliver abriu o pote com raise para 1.6M no cutoff e George Holmes pagou na small blind. Chase Bianchi optou pela 3-bet shove (9.7M) na big blind. Oliver fez 4-bet chove e Holmes fez rapidamente fold.

Chase Bianchi virou KQ e Jack Oliver AK, a board correu 68810J. Bianchi é o nono classificado e recebeu 1 milhão de dólares.

E na mão seguinte foi Jareth East a ficar pelo caminho:

Na mão imediatamente a seguir à eliminação de Bianchi, Jareth East fez open shove de 6.3M em early position e George Holmes anunciou 3-bet shove no botão e isolou-o.

Jareth East: AJ
George Holmes: QQ

A board correu AQ746 e East foi eliminado na oitava posição.

Foi preciso esperar 55 mãos para se assistir a outra eliminação, a de Alejandro Lococo, vítima de Koray Aldemir:

Foi na mão #61 que Alejandro Lococo abriu o pote com raise para 2M e Koray Aldemir anunciou 3-bet para 5.6M no cutoff. Lococo pagou e o flop foi JJ9, fez check. O alemão Aldemir apostou 3.9 M e o argentino pagou, o turn foi um 8.

Lococo fez check novamente e Aldemir colocou na mesa uma aposta de 11.4M, mais um call do argentino.

O river foi um 3 e o argentino fez novamente check, Aldemir apostou mais que o pote e Lococo fez call all in de 46.1M para ver o 99 do adversário.

O 1010 de Lococo não batia o set do adversário e foi-lhe apontado o caminho da caixa.

Aldemir passava a ter 209.300.000 fichas, enquanto que a 2ª maior stack, a de George Holmes, tinha apenas 61.800.000 fichas.

No 6º lugar, e com um prémio de $1,400,000, ficou Hye Park, o chipleader no final do Dia 6, que também perdeu as suas últimas fichas para Aldemir:

Mão #82

Hye Park fez limp na small blind e Koray Aldemir colocou 3.8M na big blind. Park jogou em limp/shove (20.6M) e Aldemir fez snap call.

Hye Park: 77
Koray Aldemir: AQ

A board correu K82Q9, Park foi eliminado e Aldemir tem 60% das fichas em jogo.

Menos de uma hora depois, na mão #113, Koray Aldemir voltou a vestir o traje de carrasco. Desta vez para mandar Ozgur Secilmis para a caixa, onde tinha à sua espera um prémio de $1,800,000.

Mão #113

Ozgur Secilmis anunciou all in the 17.5M UTG e Koray Aldemir pediu contagem antes de anunciar reshove na small blind.

Ozgur Secilmis: K5
Koray Aldemir: 99

A board correu JAAA8 e nada se alterou.

Restavam 4 jogadores, mas com estes a acordarem jogar mais meia hora, ainda houve tempo para mais uma eliminação. E esta até poderia ter tido lugar minutos antes de quando realmente aconteceu, pois o britânico Jack Oliver acabou em all-in na mão #124 da mesa final, e levou 2 calls, de Joshua Remitio, e Koray Aldemir. Oliver tinha J9 e jogava contra AJ de Remitio e QQ de Aldemir. Oliver conseguiu o triple up com 10983 e um salvador 7 no river, para flush do britânico. E Remitio que também estava all-in, safou-se da eliminação com sequência.

Contudo na mão seguinte o Dia 8 chegou ao fim:

Mão #125

Joshua Remitio foi all-in de 13.400.000 no botão e Jack Oliver deu call na BB.

Remitio: J7
Oliver: A2

Flop: A107
Turn: 4
River: 2

Remitio saía no 4º lugar com um prémio de $2,300,000, enquanto os outros 3 jogadores guardavam as stacks, sabendo que já tinham garantido um prémio mínimo de $3,000,000:

Lugar Jogador País Prémio
1 $8,000,000
2 $4,300,000
3 $3,000,000
4 Joshua Remitio EUA $2,300,000
5 Ozgur Secilmis Turquia $1,800,000
6 Hye Park EUA $1,400,000
7 Alejandro Lococo Argentina $1,225,000
8 Jareth East Reino Unido $1,100,000
9 Chase Bianchi EUA $1,000,000

Estes são os 3 finalistas do Main Event WSOP 2021:

Koray Aldemir, Alemanha, 264.600.000 fichas

© Gema Cristobal

Aos 31 anos, o alemão residente em Viena, Áustria, é o grande favorito à vitória nesta mesa final. Um habitué dos torneios de maior buy-in do mundo, que apesar de diversas vitórias bem recheadas ao longo da sua carreira, ainda procura conquistar a sua 1ª bracelete World Series of Poker.

Ao longo da sua carreira, Aldemir ganhou $12,334,110 em torneios ao vivo, sendo que o seu maior prémio é de $2,154,265. Prémio que recebeu ao ser 3º no $111,111 One Drop High Roller das WSOP 2016, torneio ganho pelo seu compatriota Fedor Holz. Maior prémio que já se sabe será superado, seja qual for a classificação de Aldemir neste Main Event.

Jack Oliver, Reino Unido, 77.300.000 fichas

© Gema Cristobal

É inglês o dono da 2ª maior stack, entre os 3 finalistas: Jack Oliver. Jogador que esteve perto da eliminação, na penúltima mão do Dia 8, quando com a pior mão conseguiu triplicar, contra Joshua Remitio e Koray Aldemir.

Remonta a 2016 o primeiro prémio num torneio ao vivo de Oliver, quando foi 9º nos UK Student Poker Championships. Desde então conseguiu um total de $117,414 em prémios, número que pulverizará logo mais.

Este é apenas o seu 3º prémio nas World Series of Poker, depois do 359º posto no Millionaire Maker das WSOP 2018 e do 322º lugar no evento #30: $1,500 Monster Stack deste ano.

O, até agora, maior prémio da sua carreira foi conseguido em Las Vegas, mas não nas WSOP. Em 2019 ganhou um torneio de $400 da DeepStack Extravaganza e recebeu $27,047.

George Holmes, EUA, 57.400.000 fichas

© Gema Cristobal

O mais veterano entre os 3 finalistas é acima de tudo um jogador de cash games, e quando vai às WSOP é para jogar apenas e só o Main Event.

Natural de New Jersey, mas a residir em Atlanta, Holmes joga poker desde 1999, sendo que actualmente é nos cash games caseiros que dá asas à sua paixão.

A sua experiência em torneios é muito, muito reduzida, e o seu currículo tem apenas um prémio registado em torneios. Em 2019 foi o 213º no Main Event das WSOP e recebeu $50,855. Agora e depois de ter ido novamente a Las Vegas para jogar apenas o Main Event, tem garantido um prémio de 7 dígitos.

*fotos de Gema Cristobal/888poker e Melissa Haereiti/PokerNews.com

€8 Grátis + Bónus 100% até €400

Sem Comentários



Deixe um Comentário