PokerPT.com

Assembleia francesa volta a recusar a liquidez partilhada

27/01/2016
Eduardo

A ARJEL viu uma vez mais o seu pedido de alteração à lei de jogo francesa, para permitir a liquidez partilhada, esbarrar na vontade da Assembleia Nacional.

Esta é a segunda vez que os deputados rejeitam o pedido da ARJEL, depois de em 2013 terem recusado com o argumento que o poker estava a deixar de ser moda, e por isso não valia a pena estar a tentar reabilitar o sector.

Nesta segunda vez a comunidade de poker tinha mais esperanças de que a proposta fosse aceite, já que o próprio Ministro da Economia – Emmanuel Macron, disse que iria trabalhar com a ARJEL para tornar o projecto de lei aceitável aos olhos da Assembleia.

França era peça fulcral nas negociações entre as entidades reguladoras gaulesa, espanhola, italiana e até a portuguesa, que têm vindo a discutir uma possível liquidez partilhada. Como reagirão os restantes países a este rude golpe?

Acompanha o nosso Twitter e Facebook para ficares a par das novidades do poker nacional e internacional.

9 Comentários

poaxer há 6 anos

Espero que os nossos políticos vejam este exemplo e avancem para o modelo britânico. Já deu para ver que, se estivermos à espera da França, tão cedo não vamos ter poker com liquidez internacional. De uma vez por todas, ganhem coragem e façam as coisas como devem ser feitas.

slbisbadforme há 6 anos

#6, E frança tem 6x mais habitante que portugal! E o poker dizes que aí é uma merda, agora imaginem em Portugal ... ia ser o poker mais ridiculo do mundo, com meia duzia de gajos online e casas a abrir falencia!!! Só mostra que quem votou boicote, sao as unicas pessoas que têm alguma noção e esperem que o poker siga um modelo SUSTENTADO.. e nao pessoas que tao com tesao do mijo pa jogar com 4 pessoas online!

PanzerVader há 6 anos

#4 É que não tem nada haver uma coisa com a outra. Mais tabaquinho amigo.

PedroPico10 há 6 anos

Vivo e trabalho em França ,jogo na sala Winamax ,mas muito sinceramente não gosto desta notícia ,pois iria melhorar em tudo o nível do Poker aqui em França ,que é uma MERDA ,desculpem me o termo ... Mas eles aqui tem muito essa mania que são donos e senhores de tudo .....mas por um lado é bom para quem está habituado a jogar poker ,pois assim não entra em salas de "bingo" típico da maioria dos jogadores franceses :) Espero que resolvam isto pelo lado positivo muito em breve ... Bons all ins malta ...

Jack há 6 anos

O que mais me revolta é serem sempre esses palhaços de colarinho branco a tomarem as decisões que não lhes diz respeito e onde não percebem nada do assunto, prejudicando imensas pessoas que gostam/vivem deste fabuloso desporto mental que é o poker! O meu único desejo para esses palhaços é nascerem-lhes um pinheiro pelo rabo acima! E sim, #3, também me surpreende como é que um país como a França possa continuar a ser tão idiota! Mas no entanto, já que a ideia do SRIJ era aguardar pela França para termos uma liquidez partilhada com eles e mais uns poucos, agora podiam tentar por os neurónios a funcionar e perceberem de uma vez por todas que o caminho certo é a liquidez INTERNACIONAL, como existe na Inglaterra! Porquê estar à espera de mentes fechadas que se estão pouco borrifando para este assunto??

boss_ há 6 anos

Agradecama os palermas que fizeram o boicote ao poker online!! Para online nao ha liquidez mas ao vivo pagar 100 ou 500 euros de buy in ha liquidez nao e seus palermas hipocritas!!!???

alteredx há 6 anos

admira-me muito que um pais como a frança ainda ande com estas "coisinhas"

brunoVJ há 6 anos

A vontade dos jogadores mais uma vez não aceite pelos burocratas, vá-se lá saber a razão ou os interesses dos mesmos para tal não aceitação. De qualquer forma, a vontade popular devia ser soberana e como tal o ministro de economia francês devia adoptar a medida sem que a mesma fosse decidida por deputados, somente daria a conhece-la à Assembleia Nacional...

d3xter há 6 anos

E qual foi a razão para rejeitarem desta vez?



Os comentários não são permitidos de momento

Deixe um Comentário