PokerPT.com

Estudo mostra que poker online beneficia casinos reais

Um estudo elaborado por Khalil Simeon Philander da Universidade do Nevada em Las Vegas, e Ingo Fielder, da Universidade de Hamburgo, demonstra que as receitas dos casinos reais aumentam com a existência de um mercado de poker online.

Este estudo, intitulado Online Poker in North America: Empirical Evidence on its Complementary Effect on the Offline Gambling Market, pretendia responder à questão que as associações de casinos ao vivo fazem de o jogo online ser um concorrente aos seus serviços.

Depois de analisados resultados de todos os estados dos EUA e as províncias canadianas em 2010, a resposta é exactamente a contrária. A existência de um mercado de poker online, beneficia as receitas dos casinos ao vivo. Os dois serviços são assim complementares.

Cerca de 0,46% da população dos Estados Unidos jogava poker online a dinheiro real em 2010, gerando receitas brutas de $981 milhões para operadores estrangeiros. O estado da Califórnia era o mais activo com 178,000 jogadores e um volume de jogo de $155 milhões, para uma quota de mercado de 16%. A seguir surgia o estado de Nova Iorque e depois o Texas. Per capita não é surpresa verificar que o Nevada surge na liderança com 0,96%, acompanhado pelos 0,97% de New Hampshire.

No Canadá e durante o mesmo período a percentagem de pessoas que jogavam poker online a dinheiro era de 0,90%.

O estudo apresenta tabelas onde se comparam as receitas de casinos reais e online nos diversos estados e províncias, para demonstrar que ao contrário do apregoado pela indústria dos casinos ao vivo, os dois sectores não são concorrentes, sendo antes complementares.

Partilha esta notícia

3 Comentários

D333P há 9 anos

isto era mais que óbvio. e agora senhores dos casinos? parece que o argumento de que o jogo online vos prejudicava não é assim tão linear...

shaking há 9 anos

Digam coisas que já não se saibam... Os "burros" daqui, como ja tinha dito "vacas velhas" e que não entendem isso.

CALLIBAN há 9 anos

Not surprised...



Os comentários não são permitidos de momento

Deixe um Comentário