PokerPT.com

EPIC Fail – Criadores da Epic Poker League declaram bancarrota

Foi ontem ao final do dia que a Federated Sports + Gaming apresentou um pedido sobre o Chapter 11. Um mecanismo que permite a empresas em dificuldades financeiras suspenderem os pagamentos a credores, enquanto passam por uma reestruturação.

Ao recorrer ao Chapter 11, a Federated Sports + Gaming pretende conservar a Epic Poker e o Global Poker Index, sendo que Jeffrey Pollack afirma que a reestruturação da empresa passará quase de certeza por uma parceria com outra empresa.

A Epic Poker League ainda espera pelo evento final da sua primeira temporada, sendo que o quarto e último evento foi adiado, por “conflitos de datas com outros torneios”. Além da 4ª Etapa, falta ainda disputar um Freeroll de $1,000,000, com os 27 jogadores com melhor perfomance durante as 4 Etapas da Epic Poker League.

A decisão de declarar a bancarrota foi anunciada num comunicado publicado no site da Federated Sports + Gaming. Comunicado assinado por Pollack, presidente executivo:

Uma mensagem para a comunidade de poker

Não há uma maneira fácil de dizer isto, mas, no final do dia de ontem (28 de Fevereiro), a Federated Sports + Gaming recorreu ao Chapter 11 sobre bancarrota.

A nossa empresa precisa de um novo arranque.

Este pedido de reorganização é um primeiro passo importante nessa direcção e o nosso objectivo é manter a Epic Poker League e todas as nossas principais iniciativas – incluindo o Global Poker Index, epicpoker.com, o jogo Epic Poker no Facebook, e a Heartland Poker Tour – avançando com um espírito contínuo de inovação. Quase de certeza vamos conseguir isto fazendo uma parceria com outra empresa que partilhe a nossa visão e paixão – um processo em que temos estado a trabalhar antes sequer de recorrermos ao Chapter 11.

Todos os que fazem parte da nossa equipa talentosa – empregados, sub-contratados, e parceiros – deram tudo de si neste negócio, e trabalharam incessantemente para ajudar a fazer da Epic Poker uma realidade. O esforço de reorganização de acordo com o Chapter 11 é, em parte, para honrar o trabalho deles, honrando o seu apoio generoso e participação dos membros da nossa liga, e concretizar a nossa visão colectiva de ajudar a elevar e celebrar o jogo do poker.

Como a Annie (Annie Duke) disse numa carta que enviou hoje aos membros da nossa liga, é nossa intenção completar, como planeado, a primeira temporada da Epic Poker League. Contudo, ainda não sabemos quando será realizada a Etapa #4 e o Freeroll de $1 milhão.

Quando tivermos detalhes específicos sobre o calendário do evento – e sobre o futuro da Epic Poker e da Federated Sports + Gaming – partilharemos o que pudermos, o mais rápido possível.

Por agora, saibam que apreciamos o apoio que muitos de vós nos dão, e agradecemos, desde já, a vossa paciência enquanto trabalhamos neste processo de reorganização.

Em nome de todos da Federated Sports + Gaming

Jeffrey Pollack

Presidente Executivo”

Da vossa parte não sei, mas eu vou estar particularmente atento ao próximo vídeo de Daniel Negreanu. Lembro que o Team PokerStars Pro disse em Agosto passado que não acreditava no sucesso da Epic Poker League.

Partilha esta notícia

5 Comentários

keops há 7 anos

Annie Duke = trouble.

filipe mega há 7 anos

o Negreanu sempre disse que isto ia acontecer... lol sai mais um video... ahahahah

CALLIBAN há 7 anos

Annie Duke sempre foi uma senhora com boa moral...ou não...lol. Já é de família...Relembro que ela é irmã do "inocente" Howard Lederer...

jp1986 há 7 anos

E queriam eles dar lições de moral às pessoas a dizerem que só permitiam que se jogasse nos torneios deles se os jogadores não tivessem dívidas. Bem feito e que vão à falência.

CALLIBAN há 7 anos

ahahahahah! Parece que estou a adivinhar o próximo vblog do Negreanu...A sua reacção, tendo em conta o seu amor por Annie Duke também deve ter sido algo do género "ahahaha!"



Deixe um Comentário

Os comentários efectuados por utilizadores não registados terão de ser aprovados por um moderador. Pode fazer Login ou, se ainda não é membro, Registar-se de forma a poder comentar sem moderação.