PokerPT.com

Tomás Paiva 5º no Main Event EPT Praga – €241.230

17/12/2019
PavlovDoorman

Foi com o maior prémio da sua carreira, que o Capitão Damanovedoclube deixou as mesas do Hilton de Praga. Tomás Paiva foi 5º no Main Event EPT Praga e recebeu €241.230.

Tomás chegou a este último dia do Main Event PokerStars EPT Praga, torneio de €5.300 que teve 1.154 entradas, com a stack mais pequena entre os 5 finalistas. E foi mesmo o primeiro a cair. Apesar disso, fica a sensação que o dia podia ter corrido muito melhor, mas isso contamos mais à frente…

  • Lugar 1: Mikalai Pobal – 4.740.000
  • Lugar 2: Ricardo Rocha – 7.925.000
  • Lugar 3: Tomás Paiva – 3.380.000
  • Lugar 4: Norbert Szecsi – 7.350.000
  • Lugar 5: Gaby Livshitz – 11.205.000

O dia até começou bem para o jogador português, que conseguiu dobrar nos primeiros minutos de jogo:

Paiva raise no botão, com KJ e Gaby Livshitz na BB, respondeu com all-in tendo AQ. Paiva depois de gastar uma extensão de tempo, deu call all-in de 2.655.000.

Flop: A97
Turn: 5
River: 7

O chipleader continuava na frente, agora “reduzido” a 9.130.000 fichas, e Tomás subia às 5.460.000. O português ainda conseguiu passar os 6 milhões de fichas, mas pouco depois disputou uma mão que podia ter alterado significativamente o seu percurso neste último dia do Main Event EPT Praga.

Na mão em questão, Tomás foldou a melhor mão após o river, depois de all-in de Norbert Szecsi. Se tivesse dado o call all-in, Tomás seria o novo chipleader, ao foldar, foi Szecsi que assumiu a liderança.

Com as blinds em 50.000-100.000 e ante de 100.000, a mão foi assim jogada:

Paiva limp no botão, com K8, e Szecsi na SB completou (J7). Gaby Livshitz na BB fez check.

Flop: 887
Trio para Tomás e check dos 3 jogadores.

Turn: J
Livshitz apostou 225.000, Tomás fez raise para 875.000 e Szecsi reraise para 2.125.000. Livshitz fold, e Tomás call.

River: A
Szecsi voltou a utilizar um time bank, como tinha feito no turn, e anunciou all-in. O português também usou um time bank, mas acabou por fazer fold.

Szecsi mostrou as cartas a Paiva, que se levantou e voltou à mesa segundos depois, batendo na mesa, em sinal de respeito pelo adversário.

Após esta mão decisiva, Tomás desceu às 3.810.000.

O português nunca mais recuperou, e foi já depois do 1º intervalo do dia, que perdeu as suas últimas fichas:

Livshitz raise para 250.000 (blinds em 60.000-120.000 e ante de 120.000), Tomás na BB deu call.

Flop: 854
Tomás check, e Livshitz voltou a apostar, desta vez 275.000. Tomás raise para 1.400.000 (ficando com apenas 125.000 atrás), que foram para a mesa, após raise de Livshitz.

Livshitz mostrou J6 e Tomás estava à frente com Q8. Estava…

Turn: 8
River: 6

Pelo 5º lugar, Tomás Paiva recebeu €241.230, superando em larga escala o seu anterior maior prémio, que também foi conseguido em Praga, no EPT do ano passado. Há um ano, Tomás Paiva foi o 6º classificado no €10.300 High Roller do EPT Praga, e recebeu €117.340.

*fotos de Neil Stoddart/Rational Group

Pacote de Boas-Vindas & Bónus de 100% até €500

2 Comentários

BlocoDaBarra há 2 anos

Acho que só leste meio artigo...

Alexandre Simões há 2 anos

O limp do Paiva foi Q♣️8♣️ , não K8off;)



Os comentários não são permitidos de momento

Deixe um Comentário