Publicidade a poker será ilegal em Itália a 1 de Jan 2019

As preocupações da indústria do jogo online em Itália estão cada vez mais longe da inclusão do seu mercado de poker, como combinado no “Tratado de Roma”, com a instabilidade política a produzir o Decreto Dignitá, aprovado em Conselho de Ministros.

Neste documento, o artigo 8 arranca:

“Com o fim de fortalecer a protecção do consumidor e para uma luta mais eficaz contra a ludopatia [vício de jogo], à entrada em vigor do presente decreto, fica proibida toda a forma de publicidade, inclusivamente indirecta, relacionada com o jogo ou apostas desportivas a dinheiro real, em qualquer meio, incluindo eventos desportivos, culturais ou artísticos, nas transmissões de televisão ou rádio, na imprensa diária ou periódica, em cartazes ou na internet. A partir de 1 de Janeiro de 2019, a mencionada proibição neste parágrafo também se aplicará ao patrocínio de eventos, actividades, eventos de programas, produtos ou serviços, e todas as formas de comunicação de conteúdo promocional, incluindo citações visuais e acústicas e a sobreimpressão de nome, da marca, do logotipo, da actividade ou produtos cuja publicidade, de acordo com o presente artigo, está proibida. Ficam excluídas da proibição a que se refere este parágrafo as lotarias nacionais e produtos geridos pela Agenzia delle dogane e dei monopoli

Por Itália, os meios de comunicação especializados – AssoPoker e PokerItaliaWeb alertam para o erro enorme que a proibição de publicidade é, concordando que a publicidade deve ser regulada e nas transmissões de futebol a promoção de jogo é excessiva.

Fonte no mercado italiano analisa que este decreto pode ser uma decisão que ficará pelo papel, apontando algo de “show off” na proibição influenciada pela ala mais à direita da actual coligação governamental em Itália.

Os efeitos desta decisão serão imediatos na indústria, com os media especializados e as companhias mais pequenas a terem que viver num estado de imprevisibilidade durante os próximos meses, embora não seja previsível uma quebra imediata nos maiores operadores do mercado italiano, cujas licenças de operação de jogo online poderão já contemplar permissões de publicidade e marketing.

Com a batalha pelo jogo online italiano a subir agora a outro patamar, a “pequena” questão do poker online se unir a Portugal, Espanha e França parece ficar ainda mais distante.

Partilha esta notícia

Sem Comentários



Deixe um Comentário

Os comentários efectuados por utilizadores não registados terão de ser aprovados por um moderador. Pode fazer Login ou, se ainda não é membro, Registar-se de forma a poder comentar sem moderação.