PokerPT.com

Novas leis do jogo na Suíça levam salas de poker a abandonar o país

No dia 1 de janeiro foram impostas novas leis do jogo online na Suíça que levaram várias salas de poker online a abandonar o país. A partypoker e Bwin, pertencentes ao grupo GVC foram as primeiras a colocar de parte a continuidade no país, com a PokerStars a anunciar hoje que deixará de oferecer jogos no seu casino online, mantendo ainda assim o poker no país.

O regulador suíço apenas forçará o cumprimento das leis a 1 de julho, permitindo que os operadores se ajustem à nova realidade, mas isso não impediu a GVC de abandonar o país, onde assegura que as receitas que daí provêm representam apenas 1% do lucro.

Novas leis do jogo na Suíça

As novas regras impostas permite que os casinos físicos no país disponibilizem também jogo online e ao mesmo tempo bloqueia sites de jogo internacionais no país. Os operadores interessados devem chegar a acordo com os casinos locais para disponibilizarem os seus produtos. Acordo esse que não chegou a bom porto no caso da GVC, que disse estar em conversações com um casino local em setembro de 2018 e que culminou com a saída do grupo.

Outras companhias de jogo como a MRG (adquirida recentemente pela William Hill) e a NetBet também deixaram o país. Já no outro lado da moeda estão, por exemplo, a Playtech e o Ardent Group que conseguiram assegurar licenças de jogo online através de parcerias no país.

A já mencionada PokerStars continua em negociações para chegar a acordo com casinos locais, mas depois do anúncio de hoje, que deixará de oferecer jogos de casino aos jogadores suíços, esse cenário parece ser cada vez mais remoto.

A lei também prevê que os domínios de jogo internacionais sejam bloqueados no país, o que fez com que os operadores de ISP se revoltassem com os novos encargos impostos pelo governo, e donde não vão tirar quaisquer contrapartidas.

Partilha esta notícia

Sem Comentários



Deixe um Comentário


24/01/2019 Daniel Fidalgo Sem Comentários