PokerPT.com

Matt Stout acusa Upeshka De Silva de multiaccount durante as WSOP

31/12/2020
PavlovDoorman

Upeshka De Silva é novamente notícia, depois de se saber que não podia jogar a mesa final do Main Event por ter testado positivo, agora Matt Stout acusa Upeshka De Silva de ter feito multiaccount durante os torneios com bracelete das WSOP, disputados na sala WSOP.com.

Sentem-se mal por o Upeshka De Silva ter sido desqualificado da mesa final do Main Event WSOP, por ter COVID? Não sintam. É karma. Um amigo meu foi testemunha de ele fazer multiaccount nos outros eventos de bracelete disputados na WSOP.com, com a conta “peeeeeeeeeno“, mas negou-se a reportar o caso.

Esta acusação não surge de um jogador qualquer, mas de alguém com créditos firmados no circuito de torneios ao vivo. Alguém com $4,220,957 ganhos em torneios ao vivo, e com mais alguns milhões ganhos online, onde ficou conhecido pelo nick “All In At 420“.

O tweet teve mais respostas negativas que a favor, e muitas delas lembraram a ligação de Matt Stout à Lock Poker, sala que representou como porta-voz, e que fechou as portas ficando a dever milhões de dólares aos seus jogadores. Convém contudo esclarecer que Stout já não representava a Lock, nas semanas que levaram ao encerramento da sala, e que mais tarde, em 2014 criou o circuito Charity Series of Poker. Circuito onde metade do prizepool de cada torneio era entregue a instituições de solidariedade.

Questionado sobre o porquê de ter avançado com a acusação, sem apresentar provas, Stout esclareceu da seguinte forma:

A única informação que tenho é que um amigo (em quem acredito a 100%), testemunhou o Pesh a jogar nessa conta e na sua própria conta em simultâneo durante um torneio de bracelete, em Julho. Tanto quanto sei, o Rory nem sequer estava em casa.

O Rory acima mencionado é o jogador profissional irlandês Rory Brown, jogador a que pertence a conta peeeeeeeeeno e que há vários anos reside nos Estados Unidos.

Stout disse ainda que “tem pressionado o amigo para tornar isto público, desde que ficou a saber do caso. De início ele pediu-me para não o revelar, o que diz. Eu não tinha outra prova, e era óbvio que ele não o ia confirmar“.

O que terá então levado Stout a avançar publicamente com a acusação?

Não aguentava ver tanto apoio dado a um batoteiro. Não o voltaria a fazer, se não confiasse a 100% na palavra do meu amigo.

Até este momento, De Silva não reagiu à acusação, vamos ficar atentos a possíveis desenvolvimentos.

*foto WPT

€8 Grátis + Bónus 100% até €400

Sem Comentários



Deixe um Comentário