PokerPT.com

Jaime Staples busca solução para vídeos banidos no YouTube

O YouTube cresceu nos últimos anos na plataforma de vídeo preferencial da internet, com a Google a expandir assim o seu território cibernético, e o poker é presença assídua na plataforma. Canais de jogadores, de sites da especialidade (nudge nudge wink wink), de operadores online, de operadores ao vivo, quase tudo e todos têm um canal de YouTube onde lá expandem a sua produção de conteúdos, no caso das empresas, e onde nomes como Brad Owen, Andrew Neeme, Joe Ingram e Doug Polk, para mencionar alguns, geraram mais e mais seguidores. Jaime Staples tem o mesmo problema no seu canal de YouTube e vai tentar ajudar à solução do mesmo, para já compilando info.

O Poker YouTube sofre os mesmos problemas que o YouTube em geral e a massificação da plataforma tem proporcionado muitos desafios no controlo às 300 horas de upload por minuto (merchdope.com > youtube-stats Out 2019). O algoritmo tem recebido muita atenção desde que as grandes marcas mundiais começaram a comprar publicidade no YouTube e a forma como este varre automaticamente todo o conteúdo acima não é fácil de perceber e agir assim em conformidade.

Várias pessoas têm publicado situações problemáticas com vídeos banidos nos seus canais, dos menos aos mais famosos:

O já mencionado Brad Owen partilhou que viu cinco vídeos removidos da plataforma, que recebeu um “strike” (ao terceiro é como no basebol = OUT) e que está impedido de fazer upload:

Jaime Staples, jogador partypoker, também foi afectado pela situação e tentará usar a sua exposição de 73 mil subscritores no YouTube e restante impacto noutras plataformas para reunir o máximo de informação sobre os casos no mundo do poker:

Sem aparente razão para o problema, em virtude de ser improvável que vários destes jogadores tenham quebrado as regras abaixo, a situação pode melhorar com a ajuda de Staples, a sua associação com a partypoker, mas principalmente com a compilação de um número suficiente de casos anómalos que possa fazer o YouTube prestar mais atenção à forma como o algoritmo está a afectar os mais populares canais do género.

Bónus de 50%, até um máximo de 50€
Partilha esta notícia

Sem Comentários



Deixe um Comentário