PokerPT.com

Gordon Vayo processa PokerStars por falta dos $692k da vitória em SCOOP 2017

09/05/2018
Luís Sousa

O finalista vencido do 2016 WSOP Main Event não deverá estar necessitado mas mais de meio milhão de dólares estão retidos pela PokerStars, valor da vitória no $1.050 NLHE 2017 SCOOP-01. Com o mercado nos EUA fechado na altura do Spring Championship Of Online Poker em questão, a maior sala da actualidade alega que Vayo terá disputado alguns ou todos os eventos SCOOP em quebra dos Termos & Condições da sala, utilizando uma VPN, posição que o jogador disputa.

A PokerStars tem praticado uma política de aprovar cidadãos e residentes nos EUA para jogar no site PokerStars.com, permitindo e encorajando o jogo no site, alegremente tirando o seu dinheiro – em muitos casos durante anos. Depois, um cidadão dos EUA ganha uma significativa quantia de dinheiro no site PokerStars.com, [a PokerStars] faz uma investigação falsa às actividades do utilizador e suas localizações de acesso ao site, colocando o ónus da prova no jogador para retroactivamente provar que é “inconcebível” que o seu jogo possa ter originado de dentro dos EUA, como pretexto para recusar pagamentoVayo descreveu à Forbes.

Na queixa de Vayo, este explica que “relatou problemas com uso de VPN para acesso de sites na internet no início da Primavera, entre Março e Maio, em resposta no mesmo dia ao e-mail da PokerStars“, continuando que a “[A PokerStars] não alega que existam logins fora da jurisdição na conta de Mr.Vayo durante os torneios SCOOP, apesar do facto de Mr. Vayo ter apresentado claras provas – não negadas [pela PokerStars] – que estava no Canadá durante os primeiros dois dias de SCOOP, a 20 e 21 de Maio, e que seria virtualmente impossível viajar aos EUA a meio jogo activo, intensivo, que requer atenção 24h e apenas deixa tempo para breves períodos de descanso e alimento.

Não é a primeira vez que a PokerStars retém um grande prémio dum evento online, com o vencedor do na altura maior torneio de sempre WCOOP a ser apanhado em multi-account no mesmo torneio. Foram poucos meses que resistiu o caso em tribunal de Natalie Teltscher, nome da irmão do há data regular Mark Teltscher, com o prémio a ficar agarrado à classificação final após desclassificação do vencedor.

Noutro caso de desclassificação, o mais de meio milhão do 6º classificado do 5º Aniversário do Sunday Millionzeurrr –  foi entregue a instituições de solidariedade após a conta ser ligada ao holandês Jimmy Jonker, há data menor de idade.

Duas formas diferentes de lidar com prémios retidos, nenhuma delas utilizada, até ver, no caso dos $692.000 que Vayo pressiona agora judicialmente para a sua devolução.

Sem Comentários



Deixe um Comentário