PokerPT.com

“Estamos a trabalhar em Portugal há algum tempo para o conseguir” – Juan Manuel Pastor e o desejo da Aconcagua em entrar na liquidez partilhada

18/10/2018
PavlovDoorman

Na semana passada ficamos a saber que a Aconcagua, rede da América Latina, recebeu licença provisória para abrir no mercado espanhol. Sabemos agora que a intenção da Aconcagua é chegar a todos os países incluídos no mercado de liquidez partilhada (Portugal e França).

O site poker-red aproveitando a realização das Golden Poker Series em Madrid, esteve à conversa com Juan Manuel Pastor, um histórico do poker espanhol e que é um dos representantes da Aconcagua.

Falando sobre a possível expansão da Aconcagua a Portugal e França, foi isto que disse:

Desde o primeiro momento sabíamos que a Espanha seria o primeiro passo, como foi. Estamos a trabalhar em Portugal há algum tempo para conseguir incluir os jogadores portugueses na liquidez, como também estamos a trabalhar pra incluir os franceses.

Na Itália o problema é a nível político, e parece que a médio prazo não vai ser possível unir os jogadores à liquidez partilhada. Temos muitos contactos no mercado italiano, e quando a situação se alterar lá, estamos seguros que também poderemos incorporar o mercado local.

Mas insisto, o que está mais próximo são os mercados de Portugal e França a fim de incluir os jogadores na nossa liquidez, e oferecer a estes jogadores a opção Aconcagua, para que possam contar com os nossos serviços nos seus planos de jogo.

Pastor que diz estar a trabalhar há ano e meio com a Aconcagua, quando a sala começou a estudar a entrada em Espanha, apresentou assim a rede:

A Aconcagua Poker nasceu há uns anos na América Latina, onde está estabelecida como uma rede em diferentes países. É especialmente forte no Brasil, onde tem uma boa quota de mercado, se bem que também está presente noutros países potentes como o México. Os dois países onde a Aconcagua não opera são a Colômbia (por causa da recente regulamentação de jogo) e a Argentina (proibição do jogo online). No resto dos países opera.

Actualmente temos uma média de 9.000 a 10.000 jogadores únicos por dia, todos eles a jogar dinheiro real (não existem mesas de play money).

O plano de dar o salto para a Europa vem da vontade dos donos da empresa, de começar a trabalhar em mercados regulados, e pela afinidade cultural com os mercados latinos – neste caso Espanha, Portugal, França e Itália – e iniciar assim uma caminhada que levou a Aconcagua, em poucos anos, de uma sala completamente desconhecida, a ser a segunda em tráfego na América Latina, atrás apenas da PokerStars.

Sem Comentários



Deixe um Comentário