PokerPT.com

ERRO: partypoker fez o tempo voltar atrás no $5.200 MILLIONS

O erro é simples de perceber e complicado de corrigir. O torneio com mais de $5.000 de inscrição da partypoker tinha uma estrutura anunciada com três dias iniciais, com o último turbo, com um plano de níveis para se disputar, naturalmente, igual para cada um dos dias de arranque.

O Dia 1A alcançou o término do seu nível final e continuou durante mais 45 minutos, para supresa dos jogadores em prova, e foi concluído com uma paragem manual pela sala. Um erro raro e com a complicação acrescida na resolução da realização dos Dia 1B e 1C turbo que a partypoker optou por fazer “o tempo regressar atrás”.

No mundo do poker online é possível, obviamente, saber como estava o torneio a certo ponto e a partypoker colocou fichas e jogadores de volta no torneio de forma a “fechar” o Dia 1A no nível do plano.

A reacção esperada dos jogadores que lideravam a tabela em fichas não se fez esperar:

Para além de Paul Volpe, também Shaun Deeb taggou Patrick Leonard, jogador da partypoker, no seu post nas redes sociais sobre o tópico, onde Mark Herm rejeitava que o britânico pudesse ajudar ou até que alguém desse a cara pela sala pela falha:


@plenopads continua:


E responde de novo a Volpe:


Herm e Volpe respondem:


Leonard reconhece o “shit show” e fecha com o que considera “justo”:

Shaun Deeb é quem responde a Volpe com o “buraco” na sua comparação, apontando que a opção de “regressar no tempo” apenas é possível no campo online, Volpe responde com “nunca vi nada assim na história do poker” e Deeb relembra ou ensina que tal “aconteceu muitas vezes na stars aquando de quebras aleatórias ou quando jogadores não conseguiam fazer login”.

Entre Deebs e Volpes, Mike Sexton, outra cara da partypoker, fechou mantendo a linha da sala de que é mais justo prejudicar os jogadores que lucraram com o tempo extra para manter o publicitado nos Dia 1B e 1C… e até 1A:

Boa solução? Modificar 1B ou 1C seria melhor? Um erro destes é improvável acontecer quanto mais repetir-se, mas algo pode e deve ser aprendido da forma como foi corrigido.

 

Partilha esta notícia

Sem Comentários



Deixe um Comentário

Os comentários efectuados por utilizadores não registados terão de ser aprovados por um moderador. Pode fazer Login ou, se ainda não é membro, Registar-se de forma a poder comentar sem moderação.