PokerPT.com

DQ: Jogador nú armado ao sapato, um ladrão de stacks e o álcool nas WSOP

06/07/2019  /  Luís Sousa Sem Comentários

O Main Event do 50º aniversário das World Series Of Poker já ultrapassa os 8.000 jogadores a $10.000 por cada, com os números do Dia 1C a esticarem a organização até ao limite, particularmente nos casos de Georgii Belianin, de mais dois jogadores embriagados e… do #nakedbandit. Nos quase cinco mil jogadores sentados ontem no Rio, encontramos o Nú, o Ladrão e os Bêbados WSOP.

Uma ideia dos números de participantes:

Em busca está o recorde de 8.773 jogadores do 2006 Main Event, que Jamie Gold transformou num prémio de $12 milhões, com a edição deste ano a já projectar perto de $9 milhões para o campeão daqui a uns dias.

Campeão que ainda tem muito poker por disputar e que apesar de ser imprevisível que será, já se pode saber quem não vai ser World Champ, com particular destaque para a manobra de Georgii Belianin:

Tom Peterson, sentado na mesa, também descreveu o sucedido:

Um jogador chega e senta-se no lugar 6. O dealer informa que o lugar dele é o 5. Ele não fala muito inglês, é doutro país porque tinha um passaport e diz “I want to play. Deal”. O dealer responde que ele tem que se sentar no lugar certo e ele finalmente muda, joga um par de mãos, joga bem e perde ambas. Depois para aí na 7ª mão ele ganha um pote: 1.600 no pote – uma ficha preta, uma rosa e uma amarela. O dealer empurra o pote para ele, ele agarra a outra stack e puxa para ele sem hesitar. O floor foi chamado e ele foi desqualificado.”

Georgii Belianin DQ WSOP 2019 by Drew Amato

Mas… se um ladrão é raro de ser assim agarrado, tão às claras entenda-se, o caso seguinte é daqueles para recordar para o futuro. As primeiras notícias do #nakedbandit chegam-nos do seu último pote nas WSOP:

Uma outra perspectiva pode ser encontrada, sem a parte NSFW, do Nú do “Nú, Ladrão e Bêbados WSOP”:

E após a expulsão no Rio, este deu continuidade à performance:

Há também a descrição do momento por um jogador que estava por perto, dando mais contexto, ao “Bêbados” do “Nú, Ladrão e Bêbados WSOP”:

“Ele não parecia bêbado, mas foi all-in às escuras antes do dealer começar a dar cartas. O floor foi chamado e é enquanto está a receber instruções que baixa as calças. Depois de pegar nelas, atirou o sapato para o outro lado da mesa.”

O ladrão e o insano não jogarão mais Main Event este ano e podem mesmo ficar marcados para futuros eventos, nomeadamente o primeiro.

Um dia com mais de 4.000 jogadores sentados é impossível de não encontrar uma mão cheia de menos tolerantes ao álcool. Perto da hora de jantar, Drew Amato, nosso colega e fotógrafo WSOP, assistiu e captou a história deste senhor:

Drunk Guy Nap by Drew Amato

“Mesmo antes do jantar, um senhor mais velho estava tão bêbado que entornou duas bebidas na sua mesa. O dealer chamou eventualmente o floor porque o jogador, que estava no lugar 9, não parava de tossir para cima do dealer. Ele foi enviado para o dinner break 30 min mais cedo e a 40 min do recomeço estava a dormir na sua scooter” Drew Amato

Segunda-feira de manhã, hora de Portugal, deveremos ter acesso aos números oficiais deste para já enorme World Series Of Poker Main Event, mas entretanto mais dois acontecimentos, mais ou menos raros pelo poker e pela Califórnia:

Há malta a jogar $10.000 Main Event por todo o lado, com Phil Ivey perto das pistas de bowling e Vincent Bosca a descrever acima o local inesperado para se praticar o poker. Na perpectiva mais macro que existe, 7.1 foi em quanto foi medido este…

Partilha esta notícia

Sem Comentários



Deixe um Comentário