PokerPT.com

Dois Mil e 18 por João ”Naza114” Vieira

06/01/2019
BlocoDaBarra

Vamos começar isto sem rodeios: 2018 foi, como podem deduzir, o melhor ano da minha carreira. Mas antes de começar na retrospectiva do ano que acabou e entrar em 2019, é impensável não falar do ano em que o Poker Português disse: Estou aqui.

Foi um ano fantástico a tantos níveis, por tantos jogadores diferentes, tantas conquistas, que ficaria muito extenso falar de todos, e ia correr um grande risco de esquecer muita gente. Para Portugal veio a primeira bracelete; 3 (!) scores de 7 dígitos; 3 Fts em Mains EPTs; outra nas WSOP; e títulos e mais títulos online. É um ano incrível quando ao tentar lembrar-me dos pontos mais altos do ano, esqueci-me de vários scores de 6 dígitos. Imprimimos muita [email protected] em 2018, e 2019 não vai ficar mais fácil para eles.

Foi muito bonito e satisfatório ver tanto sucesso de colegas, amigos e alunos.

Ao que a mim diz respeito, tenho que nomear duas pessoas com as quais tenho a sorte de trabalhar. Vou começar pelo Segura. O upswing que tiveste, nas circunstâncias que estavas, foi o feito mais incrível que eu já vi. Braceletes, espadinhas, tudo é relativo anexado às circunstâncias que cada um tinha quando teve essas conquistas. O que fizeste, nas circunstâncias que estavas, foi altamente inspirador. Aprendi contigo uma enorme lição do que é ser um Homem. Sempre alegre, sempre a tentar animar a malta, mais preocupado em que a sua dor não atinja quem está à sua volta do que preocupado consigo mesmo. É com grande orgulho que vejo o meu nick, Naza114, ser confundido com o Nasa114 com que jogas na pt.

E, como não podia deixar de ser, é impossível falar de 2018 sem falar do meu parente Manuel Ruivo. Ao escrever isto, apercebi-me que, não só fizeste o maior score de sempre da História do Poker Online, como muito provavelmente também tiveste o melhor ano de sempre da História Mundial do Poker Online de um jogador de MTTs. Vou deixar o leitor rebobinar e absorver o que acabei de escrever. Mais nada a acrescentar.

——————————————————————————

Quanto ao meu ano, começou com um trimestre em cheio online, e fica marcado com a minha entrada para a WINAMAX Team Pro, marca que representei com muito orgulho o ano todo. Sei que estamos todos decepcionados porque a sala ainda não obteve licença. Logo que tiver mais novidades vão ser os primeiros a saber. A sobremesa, come-se no fim.

O meu ano Online foi de sonho: Voltei a ganhar um Player of the Year em WCOOP, o terceiro POY nos últimos 4 COOPs, incluíndo 2 títulos; ganhei 2 Powerfests e 1 XL Series; e fechei os meus objectivos Online com a garrafa de Champagne que imprimi ao vencer o Marathon Event das Winamax Series. Foram duas semanas incríveis, onde senti que sou o Jogador que sempre quis ser. Foi altamente satisfatório olhar para a minha lista de objectivos de carreira online, que escrevi numa altura em que não tinha nada a não ser um sonho e vontade de meter as mãos na merda e trabalhar, e poder dizer em voz alta: Não falta um!

Mas, jacaré que dorme vira bolsa, criei novos objectivos, e já arranquei para tentar apanhar o Moorman como All Time Money List Online. Neste momento devo estar ali entre o Top 2 e Top 5, a competição é dura, ele está muito à frente e tem uma carreira notável, mas se continuar neste ritmo tenho boas hipóteses de lá chegar. Se ele adormecer, vira bolsa.

Quanto ao Poker ao Vivo, tive muito perto de ter um ano de Cinderella: Atingi o #1 All Time Money List em Portugal; fiz 3 Fts em 25K´s; umas boas deep runs nas WSOP e HR´s e Mains EPT; estreei-me num 100k e voltei a jogar um 50k, criei várias boas oportunidade mas faltou alguma sorte nos sorrir em algum dos eventos para fechar 2018 com chave de ouro ao Vivo também. Faltou uma flip aqui e acolá para ser Perfeito.

O foco para 2019 será continuar a trabalhar muito, muito concentrado, para quando a sorte me sorrir, estar preparado para aproveitar a oportunidade. É a grande lição que o Poker me ensinou para a vida: Na vida, há que controlar o que podemos controlar.

Para 2019 o plano é acabar 2019 como o melhor ano de sempre. Ainda sinto que tenho mais uma ou duas mudanças para meter. Posso fazer mais. Posso fazer melhor. Posso trabalhar mais. Posso trabalhar melhor. Vou trabalhar mais. Vou trabalhar melhor. 365 dias de foco.

Cada vez gosto mais de estudar noite dentro com os meus alunos, analisar cada detalhe, cada pormenor, passar horas e horas a meter as mãos na merda e a fazer o trabalho chato, cansativo, nada cool, mas necessário. O trabalho que ninguém gosta de fazer. E é isto que me faz ter tanta confiança que há muito mais para conquistar. Não importa de onde vens, onde nasces, as circunstâncias que tens: podes competir e ganhar quem quer que seja se estiveres disposto a sacrificar o que os outros não estão. Vou continuar a me desafiar, a procurar o próximo Bonomo, Chidwick ou Badzkita e não parar até conseguir ultrapassá-los a todos. Todos.

Para acabar, o mais importante: Obrigado a todos vocês pelo apoio que dão à minha carreira. Sou muito grato por todo o carinho; Obrigado à minha equipa e alunos por toda a motivação e ajuda que me dão, aprendo mais do que ensino e vou continuar a tentar ser o Melhor Coach possível e a tentar ser o mais #Excellence possível; Obrigado à minha família e amigos por todo o amor, amizade e especialmente, compreensão; Obrigado ao Jared Tendler pelo Mental Coach; Pudja ao Guilherme Reis pelo trabalho de Mental Coach, High Performance e sobretudo, Amizade; E, Obrigado à minha namorada, nutricionista, gestora de redes sociais, CEO da Team114, amiga e fã #1. És tu que cuidas de mim e me aturas e apoias, festejas e choras comigo. És tu que me lembras que há uma vida fora disto e este foi um ano fantástico onde conseguimos conciliar horas infinitas de trabalho com viagens memoráveis, muitas amizades novas, e muitos posts no Instagram com o #CitizensOfTheWorld.

Espero que todos vocês tenham um 2019 fantástico, cheio de saúde, que consigam alcançar os vossos objectivos, e que sejamos todos melhores pessoas este ano, que sejamos todos mais bondosos e atenciosos uns com os outros, porque no fim de contas não há conquista maior do que aquela que fazemos pelo outro, nem título maior do que ser um bom Homem.

2019 arranca já amanhã com o maior 25k da História, aqui nas Bahamas, no Poker Players Championship.

Venha quem vier.

#winamaxteampro
#excellence
#CitizensOfTheWorld

VideoBlogs a partir de amanhã. Podem acompanhar tudo em:

Facebook: João “Naza114” Vieira
Instagram: @naza114_oficial
Twitter: @naza114:oficial

Sem Comentários



Deixe um Comentário