PokerPT.com

Como está o poker online na Rússia?

14/03/2022
Daniel Fidalgo

O poker online na Rússia já viveu melhores dias. O conflito armado contra a Ucrânia colocou o país sob diversas sanções e os bloqueios internacionais condicionaram em muito o jogo naquele país.

Talvez sejam até dos menos culpados pelas políticas irracionais do seu líder, mas o povo russo está a sofrer com as medistas impostas pela comunidade internacional e muitos jogadores de poker não compreendem porque estão a ser prejudicados.

Podemos dizer que tudo começou com o bloqueio imposto pelo sistema de pagamentos internacional SWIFT. As transacções dos bancos russo para o exterior pararam e muitos processadores de pagamentos internacionais deixaram de funcionar, condicionando os depósitos e pagamentos para as salas de poker.

A PokerStars, pressionada pela comunidade internacional, começou por adiar o EPT de Sochi, mas viu-se quase obrigada a cancelar o evento, para mais tarde abandonar o país. Apesar de dados indicarem que o mercado russo representa 10 a 12% do lucro da divisão internacional da Flutter e dos directores da sala se gabarem no passado de conseguirem muitas vezes ultrapassar as barreiras impostas pelo governo russo, a PokerStars bloqueou os jogadores russos aos jogos, garantido, no entanto, que os levantamentos de fundos poderão ser realizados assim que possível. Jogadores russos que se mudaram para outros países confirmam que conseguem fazer levamentos da sala sem qualquer problema após a confirmação de nova residência.

Antes do conflito rebentar, já a partypoker tinha anunciado a saída do mercado russo. Com a missão de abandonar os mercados não regulados, a Entain decidiu retirar a sala de poker online da Rússia e Moldávia. O conflito apenas suspendeu os levantamentos de fundos por parte dos jogadores desse país. Todavia, os jogadores da Bielorrússia foram apanhados pelos bloqueios e a sala também deixou de oferecer jogos nesses país, não se sabendo até ao momento se será uma medida temporária ou permanente.

Muito popular nos países do leste europeu, a PokerMatch, sala de poker online ucraniana, fechou portas por motivos mais do que óbvios aos jogadores russos. O prazo para os jogadores conseguirem retirar os fundos da sala é de 180 dias, após verificações adicionais.

Hoje, a 888poker anunciou a retirada de operações de solo russo, com efectividade a 15 de Março. Tal como noutras salas, os fundos dos jogadores permanecem congelados.

A Unibet e três salas da rede iPoker, a Guts Poker, William Hill e NetBet, também estão inacessíveis a jogadores russos. Já a KKpoker anunciou que irá fechar portas a 18 deste mês e aconselha os jogadores a levantarem os fundos o quanto antes.

Salas de poker online disponíveis na Rússia

Na GGpoker a história é diferente. Apesar de garantir a retirada do país um dia depois da PokerStars, a sala continua acessível aos jogadores através da skin PokerOK. O que significa em termos práticos que tudo permanece igual. Os jogadores russos têm algumas limitações em depositar e levantar da sala, mas continuam a usufruir da oferta de jogo disponível.

A Red Star Poker, uma das maiores skins da iPoker no país, que permanece a trabalhar sem restrições.

A rede WPN também é uma das melhores alternativas para os jogadores do país do Putin. Se nem os americanos conseguiram fechar as portas desta rede depois da Black Friday do poker online, não vai ser certamente um “mero conflito armado num país do leste europeu” a fazê-lo.

Outras opções ainda sem restricções são a TigerGaming, Chico Network e as aplicações de poker PPPoker e PokerBros.

Nota: Artigo actualizado com a saída da 888poker da Rússia.

€8 Grátis + Bónus 100% até €400

Sem Comentários



Deixe um Comentário