PokerPT.com

Betfred em tribunal por não pagar jackpot de €1.8 milhões

Andy Green era um clientão da Betfred, mais precisamente dos seus jogos de casino, onde num deles conseguiu uma aposta que mudou a sua vida. As grandes somas de dinheiro mudam sempre, para melhor ou pior, as vidas dos vencedores, neste caso Green nem recebeu os quase €2 milhões de jackpot e mesmo assim diz-se “arruinado” pelo operador. O jogo de blackjack Frankie Dettori’s Magic Seven Blackjack fez saltar luzinhas e sons estridentes, assumimos, e o saldo de £1.722.923,54 da sua conta Betfred fez Andy, e companhia, viver como se fosse milionário durante 5 dias… até que a operador o contactou. Green espera agora que o tribunal obrigue a Betfred a pagar o gigante jackpot.

A história arranca em Janeiro de 2018 quando Andrew Green, 52 anos, estava agarrado às mesas de blackjack da Betfred há seis horas e num click do botão, pumba: Jackpot! As £1.7 milhões de libras, $2.2 milhões ou €1.8 milhões apareceram no ecrã e após mais umas mãos de blackjack, para £423 extra, o acontecimento foi festejado pela noite a dentro, com família e amigos, com um custo entre £1.000 e £2.500, de acordo com diferentes fontes.

“Fiquei absolutamente maluco!” revela Green sobre a conquista do jackpot e consequentes festejos.

Dias depois o sorriso desapareceu por completo, com a informação da Betfred que devido a um “erro de software defeituoso” não havia “vitória legítima de jackpot”.

“Senti-me como se tivesse sido pontapeado e esventrado” relembra Green o momento do contacto da Betfred.

Em Novembro do mesmo ano, Green colocou a Betfred em tribunal, a meio de 2019 Green falou com a BBC e relatou um ambiente devastador:

“A Betfred arruinou a minha vida, quase que desejo nunca ter ganho o dinheiro. Tanto eu como a minha namorada estamos a viver num perpétuo estado de stress e hiper-ansiedade. Sofri um ataque de coração e estive internado no hospital durante umas semanas e culpo directamente a Betfred por toda a angustia e tortura mental que causaram.” descreve Green após estimar ter gasto mais de £100.000 na Betfred durante vários anos.

Saltamos mais de dois anos e meio após a aposta que causou o problema e as notícias de Outubro 2020 apontam que High Court do UK se pronuncie em breve sobre o caso. Mais detalhes sobre as negociações entre as partes, mais precisamente a oferta de £60.000 e mais os £2.500 dos festejos em compensação pela “falha de software”, que o representante legal de Green diz ainda não se saber qualquer informação mais precisa. Claro que associado à recompensa monetária estava um documento a impedir Green de voltar a falar no assunto.

“O caso está a decorrer no tribunal e como tal é inapropriado fazer mais comentários” é a resposta da Betfred.

Segundo o Peter Coyle, advogado de Green, mesmo em caso de derrota é possível ainda ao queixoso recorrer e obrigar a Betfred a provar o alegado “software defeituoso”, apesar deste considerar que nem com prova do defeito na Playtech os TOC da Betfred lhes permite não efectuar o pagamento. Um jackpot de milhões preso pela decisão do tribunal, com Betfred e Andy Green em suspenso…

€8 Grátis + Bónus 100% até €400
Partilha esta notícia

Sem Comentários



Deixe um Comentário