PokerPT.com

Batoteiro disfarçado de jornalista usa poker bot na Bet365

O título também pode ser “jornalista disfarçado de batoteiro”, mas é uma questão de perspectiva. Poker no “mainstream”, ou pelo menos num meio generalista, com um artigo por Hayden Vernon que a Vice agarrou e causou celeuma… no nosso cantinho do planeta. A maioria da comunidade de poker não ficou com boa ideia do artigo, bem pelo contrário, com uma ou outra excepção em busca das poucas perspectivas onde a história é informativa: o bot usado não faz magia e não funciona nos quatro maiores operadores (PokerStars, partypoker, GGPoker e 888poker. Descobrimos também que a rede iPoker tem um problema sério no seu sistema anti-bots, tal como a Bet365, infelizmente um problema grande no negócio mais pequeno da operadora de apostas desportivas.

Mas afinal o que é que Hayden Vernon fez?

O título esclarece: “Transformei £1 em £220 com a ajuda de um Online Poker Bot“. Basicamente o artigo anda à volta da história de como o jornalista freelancer abriu uma conta na 888poker e experimentou o nosso jogo, após contacto inicial via jogo Red Dead Redemption 2. Após o sucesso esperado, ou seja nenhum devido à “falta de paciência ou aptidão“, o jornalismo de Hayden não opta pela investigação ao jogo junto dos que mais o disputam e nem o livro de Maria Konnikova (The Biggest Bluff) o encaminhou num rumo adquado, ou legal. O autor decidiu pelo contrário, ao jeito de “se não consigo gerar dinheiro por mim, que tal roubar um banco?“, e comprou o acesso a um bot de poker online e lá foi ele quebrar activamente os Termos & Condições de um dos operadores menos populares e pelos vistos tabmém menos seguros: Bet365.


Pelos vistos, o programa funcionou até à maquia que dá título ao artigo e o autor decidiu ir dar uns toques à mais recente evolução do poker online, as Apps/Clubs com o sistema de agente, como PP Poker e Poker Bros para onde foi atraído por um “Egor” para a primeira com a promessa: “Pelo que sei, estes clubes estão cheios de jogadores terríveis. É como os primeiros tempos do poker online

Aparentemente, o mesmo bot não foi tão útil e £30 de depósito por 1.800 fichas depois este decidiu-se pelo derradeiro fold: “low stakes, médios, torneios – não foi diferente, o bot perdeu.

E assim este decidiu “não vou deixar o meu trabalho para a vida para ser batoteiro às cartas“.

Este é só mais o recente episódio da forma não-educativa com que os jornalistas generalistas tendem a dar um mergulho no universo poker e, apesar do nosso favoritismo não fica complicado de criticar esta peça. Colegas, jogadores e demais deixaram tantas palavras ao artigo como ao “jornalista”, das quais destacamos os comentários de Jason Wheeler, conhecido jogador profissional de poker:


Wheeler aponta que um das formas do autor arranjar temas para estes artigos é dar uma oportunidade os vários mercados de jogo online, e não só, chegando agora a vez do poker.

“Ele já escreveu este artigo 4 ou 5 vezes (forex, sportsbets) e agora chegou o poker. Em todos ele procura aldrabices e batotas. Nunca tenta aprender.”

Em última análise, sempre que o poker surge num meio generalista o jogo ganha atenção, e neste caso em específico apesar da fraca mensagem do autor, pelo menos é um tema que a indústria tem debatido, combatido e denunciado entre si nos tempos recentes.

€8 Grátis + Bónus 100% até €400
Partilha esta notícia

Sem Comentários



Deixe um Comentário