PokerPT.com

Com acordo no heads-up, Aaron Zang vence Triton Million e Bryn Kenney recebe maior prémio

O Triton Million – A Helping Hand for Charity, torneio com o maior prémio da história do poker acabou por não satisfazer os fãs do jogo e com acordo no heads-up entre Aaron Zang e Bryn Kenney desfez a possibilidade de serem entregues £19 milhões (~$23,008,905) ao campeão.

Entraram ontem em jogo apenas os oito finalistas já com £1.400.000 de prémio garantido nos bolsos. Todos vestidos a rigor, menos Bryn Kenney que se esqueceu de levar o fato, lutaram pelo título de campeão deste grande torneio de poker ao vivo. Vivek Rajkumar liderava confortavelmente a mesa final, onde Dan Smith e Bill Perkins procuravam uma dobra nas suas stacks para almejarem a vitória no torneio.

Perkins conseguiu mesmo a duas dobras nas primeiras mãos e ganhou novo fôlego no evento. Pelo meio, Alfred DeCarolis fez um bluff épico, e já depois do primeiro intervalo do dia, Aaron Zang também dobra as suas fichas por Vivek Rajkumar.

A primeira eliminação aconteceu já na mão #49 de jogo, com Timothy Adams a ser eliminado em oitavo para £1.400.000. O seu KK acabou por não ser suficiente frente ao A10 de Vivek Rajkumar em all-in pré-flop. Na mesa saiu A8769 para a vitória de Rajkumar.

Pouco depois foi a vez de Alfred DeCarolis também sair do evento. O seu A3 bateu de frente no AA de Stephen Chidwick, e sem alterações na board, o jogador americano levou para casa £1.720.000 de recompensa.

Dan Smith que tinha começado com uma das stacks mais curtas conseguiu chegar à liderança do torneio. E já depois de Aaron Zang dobrar mais uma vez a sua stack, Bill Perkins foi eliminado na sexta posição para £2.200.000. O “recreativo” foi all-in de K10 quando Bryn Kenney segurava AA e nao teve ajuda da board.

Com um “recreativo” – Aaron Zang – entre os profissionais, o chip leader do início do dia, Vivek Rajkumar, foi eliminado na quinta posição para £3 milhões. Mais uma vez, o A8 de Rajkumar bateram nos AA de Bryn Kenney, que lhe davam assim a liderança em fichas.

Com as blinds a apertarem, a luta pela liderança do torneio foi intensa e vários jogadores passaram pelo topo. Já depois do intervalo para jantar, Stephen Chidwick terminou a sua participação na quarta posição para £4.410.000. Em all-in pré-flop, Chidwick entra na corrida com 77 contra o KJ de Bryn Kenney que vê sair um K na board.

Pouco depois foi Dan Smith a ser também eliminado por Bryn Kenney. O seu A10 não teve sorte contra Q10 de Kenney quando na board saiu QJ8Q2. Smith embolsou £7.200.000 que devem dar para tapar os $403.737 negativos após as WSOP 2019.

A liderança de 5 para 1 de Bryn Kenney deu vantagem na hora de fazer acordo com Aaron Zang, e assim o jogador americano garantiu £16.890.509 (~$20.563.324) de prémio, o que lhe coloca no topo da All Time Money List. Aaron Zang garantiu £13.779.491 (~$16.775.820) e faltava lutar pelo prestigiado troféu.

O heads-up não correu particularmente bem a Bryn Kenney que depois de perder a liderança em fichas, foi eliminado na segunda posição nesta mão:

Aaron Zang abre o pote com raise para 1.000.000 de fichas no botão e Bryn Kenney dá call.

No flop vem 843 e Kenney faz check. Zang aposta 2.000.000 de fichas e Kenney sobe para 5.775.000 fichas- Zang vai all-in e Kenney dá call.

Bryn Kenney: A6
Aaron Zang: 85

No turn aparece um [9c] e no river um K para a vitória de Zang no torneio.

Classificação da mesa final do Triton Million:

Lugar Jogador País Prémio (GBP) Prémio (USD)
1 Aaron Shu Nu Zang China *£13.779.491 $16.775.820
2 Bryn Kenney Estados Unidos *£16.890.509 $20.563.324
3 Dan Smith Estados Unidos £7.200.000 $8.765.628
4 Stephen Chidwick Reino Unido £4.410.000 $5.368.947
5 Vivek Rajkumar Índia £3.000.000 $3.652.345
6 William Perkins Estados Unidos £2.200.000 $2.678.386
7 Alfred Decarolis Estados Unidos £1.720.000 $2.094.011
8 Timothy Adams Canadá £1.400.000 $1.704.427

* reflecte acordo entre os jogadores

Foto: Triton Poker/Joe Giron

888poker

€8 Grátis + Bónus 100% até €400
Partilha esta notícia

Sem Comentários



Deixe um Comentário


04/08/2019 Daniel Fidalgo Sem Comentários