PokerPT.com

Domingos Paciência: ‘Queremos continuar como líderes da Liga!’

21/08/2010
Eduardo
Com um jogo tão importante com o Sevilha a três dias de distância, o mais natural era que os jogadores do Braga se poupassem para estarem em perfeitas condições no "Sanchez Pizjuán", onde vai discutir-se uma vaga na fase de grupos da Liga dos Campeões. Uma teoria que Domingos Paciência recusa e que espera que não seja colocada em prática, até porque há objectivos a alcançar no encontro com o Setúbal. "Não podemos pensar no passado nem no futuro. Temos de pensar no presente, e esse é o jogo de Setúbal. Será um jogo difícil, num estádio onde na época passada tivemos grandes dificuldades, e não podemos facilitar em nada. Temos de jogar para ganhar, pois queremos continuar como líderes da Liga", alertou o treinador bracarense, satisfeito com as vibrações que o plantel lhe tem transmitido. "Depois do último jogo, e pelos treinos que tivemos, sinto que os jogadores querem jogar e estão a abordar o jogo com o Setúbal de uma forma séria e com grande entusiasmo. Sinto que estão moralizados pelo que têm feito e que não querem perder este jogo de forma nenhuma", revelou.
Ora, foi precisamente este desejo ardente de sair do Bonfim com os três pontos que levou Domingos a repensar a opção de poder rodar o plantel contra o Setúbal, embora o treinador tenha deixado entreaberta a porta à possibilidade de mudar uma ou outra unidade. "Tirando o Madrid, que teve um problema no último treino, estão todos disponíveis e, por isso, conto com eles. Irei fazer a equipa de forma a que ela se apresente na máxima força e com os que se apresentam em melhores condições nesta altura", afiançou o técnico, sem desvendar quem será hoje o lateral-direito.
A cerca de duas semanas do final do período de inscrições ainda muita coisa pode acontecer, mas não para os lados de Braga. Essa é, pelo menos, a convicção de Domingos. "Pelas últimas conversas que tenho tido com as pessoas responsáveis, o presidente e o Fernando Couto, não há nenhuma indicação que possa verificar-se quanto a entradas ou saídas", rematou.
"Selecção precisa de equilíbrio e estabilidade"
Os processos que a Federação Portuguesa de Futebol tem movido nas últimas semanas contra Carlos Queiroz tem deixado o país em "suspense". O que vai acontecer com o seleccionador nacional? Ficará pela suspensão de um mês com que foi anteontem castigado ou será despedido? A novela ainda agora parece ir a meio, mas não tem agradado nada a Domingos, até porque a equipa das Quinas tem jogos importantes para disputar num futuro muito próximo. "É de uma forma triste que vemos estas situações a arrastar-se. Hoje é mais um caso, amanhã é outro… O que está em causa é a Selecção Nacional e acho que, como em tudo na vida, é preciso equilíbrio e estabilidade para se atingir o sucesso. Portanto, procurem isso o mais depressa possível", pediu o treinador bracarense, outrora internacional português, que participou, entre outras competições, no campeonato da Europa de 1996, disputado em Inglaterra.
Fonte O JOGO

Sem Comentários



Deixe um Comentário