PokerPT.com

Entrevista com Nuno “Zumy” Coelho

Numa altura que faz algum sentido começar a fazer um balanço do ano 2007, o PokerPT.com começa por entrevistar o homem que termina o ano na primeira posição do Ranking nacional em termos de ganhos monetários: Nuno "Zumy" Coelho.

Pokerpt.com – Qual a sensação de ficares novamente em 2º lugar depois de 3 HU em torneios Solverde?

Nuno “Zumy” Coelho – (Risos) Tenho de ficar bastante contente! Acreditem que para mim ficar em 2º ou em 1º é igual (quer neste, quer nos outros torneios em que fiquei em segundo).
Depois de termos feito “chop” encarei o HU de uma forma bastante tranquila. O cansaço já era enorme e mesmo assim ainda durou mais de 1 hora. Por tudo isto ficar em segundo num universo de 240 jogadores já foi uma grande vitória! Foi bastante gratificante e sei que para o ano tudo farei para conseguir ganhar um…mas se voltar a fazer 2º lugar acreditem que será uma enorme alegria e não deixarei de ficar novamente bastante contente por mais uma “vitória”.

Pokerpt.com – Quais a expectativas que trazias para este torneio?

Nuno “Zumy” Coelho – Bem antes de mais este foi o maior torneio que se realizou, até hoje, em Portugal e era notório o enorme nervosismo que pairava no ar. Encarei-o, no entanto, como encarei todos os outros, jogar para ganhar e evitar ao máximo cometer erros, porque neste tipo de torneios um erro por mais pequeno que seja, pode ditar a eliminação.

Pokerpt.com – Em que momento do torneio é que percebeste que poderias chegar à Final Table e eventualmente discutir o primeiro lugar?

Nuno “Zumy” Coelho – O torneio acabou por ter bastantes altos e baixos. Houve alturas em que vi a minha posição no torneio em causa, levei algumas bad beats. No entanto elas fazem parte do jogo. Houve, ainda assim, uma mão importante a partir da qual comecei a acreditar que poderia chegar ao fim – quando faltavam cerca de 60 jogadores, blinds 1,5k-3k, eu tinha cerca de 18k fichas, o cut off faz raise para 12k com 3 4, e em com QQ obviamente faço all in, ele acaba por ter que fazer call em função do tamanho do pot e eu acabo por fazer double up. A partir daqui foi sempre a acumular fichas, jogar sempre com posição e evitar ao máximo o “showdown”. As coisas foram correndo conforme planeado, consegui manter-me sempre acima da média e o resto já sabem…

Pokerpt.com – Qual é o balanço final que fazes da Solverde Season agora que chegou ao fim? E do actual momento do poker em Portugal?

Nuno “Zumy” Coelho – O balanço tem de ser, obviamente, extremamente positivo. É sobretudo de louvar o papel do Pokerpt.com – aqui incluo toda a sua equipa – que com uma organização fantástica, ao nível das melhores, fomentando um espírito de comunidade inigualável e com enorme profissionalismo, conseguiu introduzir o poker em Portugal com o sucesso que todos nós conhecemos.
Também é meritório o papel dos Casinos Solverde – aqui temos que incluir não só os responsáveis, mas também os dealers, as empregadas de mesa e o Ricardo Matos (que merece um destaque especial) – que acreditaram no sucesso deste jogo e com isso conseguiram tornar o casino num espaço de convívio saudável durante pelo menos um fim de semana por mês.
Uma palavra para os jogadores – sem eles não havia torneios – e toda a camaradagem existente. O Poker permitiu-me conhecer uma quantidade enorme de pessoas por este País fora. Quanto ao actual momento do poker em Portugal… Este foi, sem dúvida o ano do grande boom!
Foi notória a evolução registada nos jogadores Portugueses, que demonstram uma enorme vontade de aprender mais, cada vez mais interessados em explorar a vertente teórica do jogo que suporta a prática. De registar também o aparecimento de equipas, que foram um suporte para essa evolução dos jogadores.
Foi também o ano em que se massificou a representação de jogadores portugueses em eventos internacionais. Por fim, e talvez o mais importante, a extraordinária camaradagem não obstante a competição inerente ao jogo.

Pokerpt.com – Agora que estás na equipa Eurosuperpoker, sabendo que vais ter oportunidade de disputar todos os torneios durante o próximo ano, quais são as tuas aspirações?

Nuno “Zumy” Clelho – Antes de mais tenho de agradecer à EuroSuperPoker. Por terem acreditado em mim e por me terem permitido liderar uma equipa que, apesar de ainda só ser constituída por 2 elementos (eu e o Chambre), para o ano terá mais 3 ou 4 elementos – fruto da race que decorre neste momento para oferecer 3 lugares na equipa. Acredito que será uma equipa vencedora. Assim a minha aspiração como a de qualquer jogador de poker é ser um jogador ganhador e vencedor, podendo também, por essa via, dignificar a camisola que visto e justificar o facto de terem acreditado em mim. Claro que, para isso, tenho de continuar a ter bons resultados, como espero que continue a acontecer.

14 de Dezembro 2007

Partilha esta notícia

Sem Comentários



Deixe um Comentário

Os comentários efectuados por utilizadores não registados terão de ser aprovados por um moderador. Pode fazer Login ou, se ainda não é membro, Registar-se de forma a poder comentar sem moderação.