PokerPT.com

Elton Tsang também acusa Leon Tsoukernik de lhe dever €2 Milhões

20/08/2017
Eduardo

No final de Junho o australiano Matt Kirk apresentou uma queixa num tribunal de Las Vegas, contra Leon Tsoukernik alegando uma dívida de $2 milhões. Agora é o canadiano Elton Tsang a também reclamar uma dívida, de €2 milhões.

Segundo Tsang, em entrevista ao site Calvin Ayre, a dívida do dono do King’s Casino, foi contraída durante o EPT Barcelona de 2016, durante 3 sessões de cash games high stakes.

Foi em Agosto durante o EPT Barcelona. Eu não tinha intenção de ir jogar; mas depois soube que os meus amigos Richard Yong, Winfred Yu e John Juanda iam, e decidi também ir, se calhar jogar um torneio, é um local bonito. Não tinha qualquer intenção de jogar cash games.

Chegados lá, o Leon estava a organizar uma mesa. O Richard apresentou-me, pois nunca tinha estado com ele. Não o conhecia. Ele estava a organizar, e perguntou ao Richard se eu tinha crédito, e o Richard disse que sim.

Nessa primeira sessão e com Richard Yong, Winfred Yu, Peter Chan, Leon Tsoukenik, Tony Guoga, Fedor Holz e Daniel Cates na mesa de €1.000/€2.000 (straddle obrigatória de €4.000), Tsang começou a perder €1.400.000.

As coisas deram a volta quando as blinds subiram para €2.000/€4.000 (straddle de €8.000) e mais tarde €5.000/€10.000. Um a um os jogadores começaram a sair, e fiquei eu, o Tony G, o Jungleman e o Leon. Perto do final da sessão eu estava a ganhar 2.8 milhões, e tinha todas as fichas da mesa. O Leon perguntou se eu queria jogar €10.000/€20.000 heads-up, dizendo que entrava com €1.000.000. Eu disse Ok, e acabei a perder €1.400.000, para ele. Acabei o dia com um saldo positivo de €1.320.000.

No dia seguinte Tsang começou de novo a perder, desta vez €1.400.000, mas acabou com um saldo negativo de “apenas” €130.000. Ao final da tarde desse mesmo dia, Tsang recebeu uma mensagem de Leon, a perguntar se queria participar em nova sessão, 4 handed. Tsang, Daniel Cates, Leon Tsoukernik e Christph Vogelsang, com as blinds em €5.000/€10.000.

Conseguindo ganhar alguns potes de 7 dígitos, Tsang terminou a sessão com um lucro de €3.375.000, Daniel Cates perdeu €200.000 e Vogelsang perdeu €65.000. Leon era o grande perdedor e após a sua esposa chegar ao casino, saiu da mesa. Tsang e os outros jogadores ainda esperaram pelo regresso de Leon, mas após tanta espera, Tsang decidiu ir dar uma volta.

Para ser honesto, a certa altura fiquei preocupado sobre se iria receber, pois o valor que o Leon perdeu era muito substancial.

Leon acabou por regressar à mesa, por volta das 22:30, e perguntou porque tinham deixado de jogar, pegou nas fichas emprestadas pelo casino e foi-se embora.

A 27 de Agosto, o Leon mandou-me uma mensagem e pediu-me para nos encontrarmos. Foi até ao café do hotel para falar com ele. Durante o encontro ele propôs apenas pagar os meus ganhos das duas primeiras sessões. E pretendia cancelar os resultados da última sessão. Perguntei-lhe porquê e ele não deu nenhuma explicação. Ele apenas disse que “estava a fazer uma proposta”.

Nesse mesmo dia, umas seis horas mais tarde, ele pediu novo encontro, e fomos ao mesmo café. Expliquei-lhe que não era possível simplesmente esquecer a última sessão, e que o justo era ele pagar tudo. Expliquei que ganhei o dinheiro de forma justa, e que não havia razão para cancelar os resultados dessa sessão. Mais tarde ele disse que tinha achado essa sessão estranha e injusta.

Disse que era impossível eu dar call sempre que ele estava a fazer bluff e foldar sempre que ele tinha a melhor mão. Eu disse-lhe que simplesmente não tinha uma boa mão, para dar call.

Ele esteve sempre calmo, como um homem de negócios, e perguntou diversas vezes: “Queres os €1.200.000 ou não queres?”.

No final desse segundo encontro, ele disse que não tinha nada a apontar às duas primeiras sessões e que os €1.190.000 de segunda-feira ficavam arrumados. Fiquei meio perdido. Comecei a pensar em tudo o que podia fazer. Perguntei a todos os meus amigos e pessoas do meio o que é que devia ter feito? A maior parte das pessoas disse para lhe dar tempo para pensar melhor no assunto. Nas duas semanas seguintes o Leon ignorou as minhas mensagens, e não queria falar comigo. Fiquei furioso.

Durante a entrevista, Tsang revela ainda que Leon teria mais de 90% da acção de Jungleman e Vogelsang, na dita sessão, e que o mesmo se terá passado nas sessões anteriores, com Igor, Philipp e outros jogadores europeus.

Eventualmente, após vários meses, ele pagou os €1.200.000. Tenho a certeza que nessas primeiras sessões ele também tinha saído ganhador.

Ele é dono de um casino, conhece muito bem as leis de jogo. Ele sabe que na Europa, as dívidas de jogo não podem ser reclamadas. Após algumas semanas o Eddy Scharf contactou-me, para negociar em nome do Leon. Ele disse-me para aceitar os €1.200.000, porque na Europa as dívidas de jogo não podem ser reclamadas e que eu tinha sorte de ele se oferecer para me pagar aquilo.

Contactei alguns advogados e para ser honesto, disseram-me o mesmo. O jogo que ele organizou não era sequer legal, apesar de se disputar dentro do casino. Era um jogo de crédito, por isso não o podia processar.

O Philipp Gruissem foi o único a dizer-lhe para pagar. O Leon perguntou-lhe de que lado estava ele? Porque é que estás a tentar ajudar estes chineses? O Leon baniu o Philipp dos jogos por si organizados.

O Winfred deu a cara por mim, e o Leon disse-lhe para ele não se meter.

Desesperado, Tsang falou com Phil Ivey, que o aconselhou a aceitar os €1.200.000 e pedir o restante mais tarde. Depois de aceitar esse montante, Tsang passou a ser de novo convidado por Leon, para os jogos privados. A decisão de tornar isto público surgiu depois de Tsang ficar a saber de um caso idêntico relatado por Matt Kirk, que também acusa Leon Tsoukernik de lhe dever €2 milhões.

Tsoukernik respondeu ao site, negando as acusações de Tsang.

Ao fazeres um Primeiro Depósito mínimo de €10 na PokerStars, tens direito a €20 Grátis, utilizando o Código de Bónus portugal20.

Sem Comentários



Deixe um Comentário