PokerPT.com

Estudo norueguês conclui que factor de risco no poker online é dos mais baixos do sector

22/05/2014
Eduardo

Um estudo encomendado pela autoridade norueguesa de lotarias e jogo, conclui que o poker é uma actividade de pouco risco, no que diz respeito à problemática da adição.

Entre as mais de 10.000 respostas que o estudo teve, apenas 4,7% das pessoas tinham jogado poker online, e destas apenas 0,2% tinham jogado em limites mais altos, com gastos superiores a $4,600 nos 12 meses anteriores.

A Universidade de Bergen foi a responsável pela elaboração deste estudo, pedindo às pessoas que resolvessem um teste comum – o Canadian Problem Gamgling Index (CPGI).

Segundo os resultados recolhidos, o poker teve valores baixos como factor de risco, com uma pontuação de 1.09 numa escala de 0 a 10. Já o bingo teve uma pontuação de 8.33 e o bingo online de 7.14.

Estes números podem ser de grande utilidade na legalização do poker na Noruega, o berço de algumas estrelas mundiais (como Annette Obrestad e Johnny Lodden por exemplo), que não podem jogar no seu país natal, nem sequer ao vivo.

O governo local está a estudar a reforma da sua lei de jogo e o poker pode finalmente estar de volta à Noruega.

Segue-nos no Twitter e no Facebook para estares actualizado de tudo ao minuto!

3 Comentários

JFerreiraR há 8 anos

Estudos à muitos é como as estatísticas da TVI.

D333P há 8 anos

great4poker

AlmaCarvalho há 8 anos

Por isso devemos ter sempre a consulta de especialistas nas áreas das adicções, sendo a adicção ao jogo uma patologia reconhecida como doença mental e do comportamento com critérios bem definidos no DSM IV e CID 10, as conclusões de estudos apontam como principal causa para a adicção o individuo e não o jogo em si. A regulamentação seria um caminho saudável para despiste de casos patológicos tendo na minha opinião a entidade de o Jogo Responsável um papel de consultor bem como de acompanhamento de casos e como moderador.



Os comentários não são permitidos de momento

Deixe um Comentário