PokerPT.com

Entrevista a João Costa – Presidente da Associação Poker Solidário

08/05/2013
Eduardo

No passado sábado o Casino Estoril recebeu a segunda edição do Torneio Solidário. Desta vez foi a Fundação do Gil a beneficiar do dinheiro angariado, num torneio que além dos grandes nomes do poker nacional contou ainda com a presença de dois dos melhores do mundo – Ricardinho no Futsal, e Rúben Faria nas motos. Agora chegou a hora de ouvirmos a entidade organizadora, a Associação de Poker Solidário.

A Associação de Poker Solidário foi criada em 2011, e nesse mesmo ano realizou a primeira edição do Torneio Solidário. Torneio disputado no Casino de Espinho e ganho por Tomé Moreira, Tomé que infelizmente não conseguiu marcar presença neste segundo torneio por doença de uma filha.

Após um ano de hiato, e com o apoio da Colt Resources o Torneio Solidário voltou em 2013. A empresa Colt Resources ofereceu €25.000 para o prizepool do torneio, fazendo assim com que o total dos buy-ins fosse doado à Fundação do Gil. Com field de 200 jogadores o torneio foi um sucesso, desportivo e solidário, e por isso mesmo não há melhor altura para fazer o rescaldo do mesmo, com o presidente da Associação Poker Solidário – João Luidgi Costa.

Qual o balanço da associação Poker Solidário, após a realização do segundo Torneio Solidário?

Extremamente positivo, tivemos precisamente 200 jogadores o que com reentry deu 221 entradas. para os tempos que correm, com um buy-in de 150€ penso que é de analtecer o altruísmo dos jogadores portugueses.

Têm noção do montante total que foi doado durante o torneio, à Fundação do Gil?

No total conseguimos 24.116€ , 21.220€ de buy-ins e mais 2.896€ doados por alguns dos jogadores em ITM.

Que feedback teve a associação de Poker Solidário da Fundação do Gil, que esteve representada no evento pela administradora Margarida Pinto Correia?

Fantástico, ao primeiro contacto devolveram-me a chamada em 15mins, de ai à primeira reunião foram 2 ou 3 dias. Estiveram sempre ao nosso dispôr para tudo, fizeram um press release e conseguiram que os media comparecessem a um torneio de poker. Receberam-nos sempre muito bem mas penso que o ponto alto foi quando fizemos uma visita guiada à Casa do Gil. A Margarida Pinto Correia deu-nos um explicação do que faz a Fundação do Gil e realmente os números são impressionantes, tanto eu como o chairman da Colt Resources saimos de lá mais motivados ainda para que este torneio fosse um sucesso.

João Costa (Poker Solidário, Margarida Pinto Correia (Fundação do Gil)
Luís Martins (chairman da Colt Resources) e Sónia Basili (recursos humanos da Colt Resources)

E para o futuro? Já há planos para um novo evento?

Para já não, pois todo este trabalho é feito como sabes em regime de voluntariado e todos nós temos a nossa ocupação, mas ao jantar o director do Casino Estoril disse-me que estava muito contente com o torneio e desafiou-me para organizarmos outro, vamos ver, devagar se vai ao longe como costumo dizer.

Se sim, depois de Espinho e Estoril, pensam fazer o torneio noutro casino ou repetir a presença nos casinos anteriores?

Em parte já respondi na pergunta anterior pois tudo depende das circunstâncias e oportunidades. se aparecer outro patrocinador como a Colt Resources então obviamente que estamos cá para trabalhar, caso contrário será muito difícil conseguir organizar um evento tão bom como este. Por exemplo um dos factores que deu nível ao torneio foi a grande equipa de dealers do Casino Estoril, sem dúvida a melhor que temos no país. Isto aliado à excelente organização a que o Renato Morais nos habituou e ao facto de se ter jogado naquela sala magnífica torna tudo muito difícil de repetir sem apoios.

Quanto a organizar um nos moldes do 1º no Solverde de Espinho, penso que não será fácil pois por muito boa vontade que exista, os jogadores portugueses estão como o resto da população com grandes dificuldades. mas organizar um no Algarve é algo que eu gostava de fazer, vamos ver, pode ser que o Roddias (que tambem é fundador da Poker Solidário) se sinta inspirado com esta vitória.

Há algo mais que gostasses de acrescentar?

Gostava de aproveitar esta oportunidade para agradecer a todos os jogadores que contribuiram para este resultado, um especial agradecimento para os regulares que abdicaram de jogar online para estarem presentes e darem mais credibilidade ao evento. Alguns vieram de longe como foi o caso do Leguito, do Jomané ou mesmo da Filipa Lemos por exemplo. Mas o caso que mais me tocou foi o do Naza, vir directamente da Madeira para participar num torneio de solidariedade e doar a totalidade do prémio é de uma altivez que se deve louvar, especialmente para uma pessoa tão jovem como ele.

Um muito obrigado a todos e até ao próximo.

*foto Facebook Poker Solidário

Acompanha o nosso Twitter e Facebook para ficares a par das novidades do poker nacional e internacional.

1 Comentário

Pokerpiu1 há 9 anos

muitos parabes pela iniciativa.



Os comentários não são permitidos de momento

Deixe um Comentário