PokerPT.com

Antonio Esfandiari ganhou o maior torneio da história – prémio de $18,346,673!

04/07/2012
Eduardo

O mágico de uma assentada inscreveu o seu nome nas páginas da história, e passou para a frente do All Time Money List, tendo agora $23,245,828 ganhos em torneios ao vivo, na sua carreira.

Antonio Esfandiari já não conseguia um grande resultado desde Dezembro de 2010, quando venceu o WPT Five Diamond World Poker Classic em Las Vegas, tendo recebido então $870,124.

Após a madrugada passada Esfandiari passa a ter a primeira bracelete de platina das World Series of Poker (a juntar a uma bracelete dourada que conquistou em 2004 num torneio de $2,000 Pot Limit Hold’em).

A mesa final deste exclusivo torneio de $1,000,000 começou com 8 jogadores. 8 sobreviventes de um field total de 48 jogadores, num torneio em que foram angariados mais de $5 milhões para a Fundação One Drop, organização que fornece água potável a regiões desfavorecidas.

  • Lugar 1: Guy Laliberté – 21,700,000
  • Lugar 2: Brian Rast – 11,350,000
  • Lugar 3: Phil Hellmuth – 10,925,000
  • Lugar 4: Antonio Esfandiari – 39,925,000
  • Lugar 5: Bobby Baldwin – 7,150,000
  • Lugar 6: Sam Trickett – 37,000,000
  • Lugar 7: Richard Yong – 7,475,000
  • Lugar 8: David Einhorn – 8,375,000

O primeiro jogador a cair, foi o malaio Richard Yong:

Mão #23

Yong no Hijack faz raise all-in para 3.300.000, Brian Rast na SB foi all-in por cima de 8.925.000. Hellmuth na BB fold.

Yong: cah2
Rast: skhj

Flop: d7c5c3
Turn: s2
River: dk

Enquanto Rast festejava, Yong cumprimentava todos os adversários da mesa”

Este torneio nasceu da mente de Guy Laliberté. O fundador do Cirque du Soleil (que não esquece as suas origens e muitas vezes colocou um nariz de palhaço) e muito apropriadamente um dos finalistas deste Big One for one Drop.

Apesar do domínio de Esfandiari e Sam Trickett nesta mesa final, ainda houve tempo para outros jogadores brilharem. Laliberté por exemplo brilhou ao eliminar Bobby Baldwin no 7º posto:

Mão #41

Laliberté UTG fez raise para 1 milhão, tudo fold até Baldwin que no botão fez reraise para 5 milhões. As blinds saíram da frente e Laliberté respondeu com all-in. Baldwin deu call all-in.

Laliberté: hjcj
Baldwin: cast

Flop: htc8s7
Turn: hq
River: h7

Apenas 10 mãos depois da queda de Balwin, outra eliminação. Desta vez foi Brian Rast, que terminou o Dia 1 na frente:

Mão #51 (blinds em 300.000/600.000 e ante de 75.000)

Trickett UTG fez raise para 1.200.000, Rast no botão deu call. Esfandiari na BB também deu call.

Flop: h4h3h8
Esfandiari check, Trickett de novo na ofensiva apostou 1.800.000. Rast call e Esfandiari fold.

Turn: st
Trickett depois de alguma ponderação apostou 3.800.000, Rast call.

River: s3
Trickett uma vez mais demora muito tempo para se decidir. Acaba por fazer all-in. Rast instacall all-in mostrando hahj para flush. Para seu azar Trickett mostrou d3c3 para poker.

Trickett após esta mão saltou disparado para a liderança com 51 milhões de fichas.”

Apesar de cada jogador ter começado este torneio com 3.000.000 de fichas, durante esta mesa final as stacks já começavam a parecer curtas. E por isso as eliminações não tinham grandes intervalos entre elas. O 5º classificado foi o grande mentor do torneio Guy Laliberté:

Mão #60 (blinds em 400.000/800.000 e ante de 100.000)

Trickett raise UTG para 1.600.000, Laliberté reraise para 5 milhões. Esfandiari na BB fez re-reraise para 12.300.000. Trickett saiu da frente e Laliberté foi all-in de 25 milhões. Esfandiari deu call.

Laliberté: hqdq
Esfandiari: sadk

Flop: cjd7c2
Turn: sk
River: c4

Todos os presentes levantaram-se cantando o nome de Guy e batendo palmas, em reconhecimento da ideia do canadiano, que abraçava todos os jogadores antes de sair”

Ainda em prova estava o senhor World Series – Phil Hellmuth. O Poker Brat que conquistou este ano a sua 12ª bracelete, pretendia aumentar o seu inigualável currículo, mas não conseguiu passar do 4º lugar:

Mão #62

Phil Hellmuth UTG abriu com raise para 2.800.000, Esfandiari fold. Trickett respondeu com all-in de 33.575.000. David Einhorn na BB fold. Hellmuth instacall.

Hellmuth: sast
Trickett: hahq

Flop: cahth5
Turn: dk

Perante o silêncio da sala, o dealer virou um cj no river.”

Sempre em ritmo elevado, chegou-se rapidamente ao heads-up. Sem surpresa o mesmo foi entre os dois jogadores que dominaram a mesa final – Trickett e Esfandiari. Falta então explicar a queda de David Einhorn, que prometeu doar todo o seu prémio à instituição City Year.

Mão #69 (blinds em 400.000/800.000 e ante de 100.000)

Esfandiari no botão fez raise para 1.600.000, Trickett na SB fold e Einhorn na BB foi all-in de 15.025.000. Esfandiari com ckst deu call. Einhorn mostrou skc9.

Flop: d9hth6
Turn: h3
River: sq

Os amigos de Einhorn levantaram-se a parabenizar o homem que vai doar $4,352,000″

Chegava o heads-up, e os dois finalistas garantiam desde logo um prémio mínimo de $10 milhões. As stacks estavam assim:

  • Antonio Esfandiari – 102,475,000
  • Sam Trickett – 41,500,000

Durante as 16 mãos do heads-up Trickett ainda conseguiu alcançar os 50 milhões de fichas, mas não passou daí. Esfandiari ganhou o torneio ainda no Nível 22:

Mão #85 Esfandiari no botão fez raise para 1.800.000, Trickett deu call.

Flop: djd5c5
Trickett check, Esfandiari apostou e Trickett respondeu com raise para 5.400.000. Esfandiari sem dar tréguas fez reraise para 10.000.000. Alguns minutos depois Trickett fez reraise de 15.000.000, Esfandiari foi all-in e Trickett deu call all-in.

Esfandiari: d7s5
Trickett: dqd6

Turn: h3
River: h2

Esfandiari começou a correr à volta da mesa, festejando a maior vitória da história.”

  1. Antonio Esfandiari – $18,346,673
  2. Sam Trickett – $10,112,001
  3. David Einhorn – $4,352,000
  4. Phil Hellmuth – $2,645,333
  5. Guy Laliberté – $1,834,666
  6. Brian Rast – $1,621,333
  7. Bobby Baldwin – $1,408,000
  8. Richard Yong – $1,237,333

*fotos PokerNews

Acompanha o nosso Twitter e Facebook para ficares a par das novidades do poker nacional e internacional.

1 Comentário



Os comentários não são permitidos de momento

Deixe um Comentário