PokerPT.com

Ordem de bloqueio a 70 sites na Sérvia

A Serbian Gaming Board, com o apoio do Ministro das Finanças sérvio, ordenou que os ISP Internet Service Providers – previnam o acesso a cerca de 70 sites aos seus jogadores, incluíndo Bwin, ArrayArrayArray e Array.

A favor desta medida está JAKATA – associação de operadores, técnicos e fabricantes de jogo – como referiu a presidente Mirjana Acimovic
“Este é apenas o primeiro passo na implementação da nova lei do jogo, lei essa que criará um ambiente favorável e regulado para os fornecedores sérios de jogo online e ao vivo. Estamos conscientes que o bloqueio não trará muitos resultados mas este pode ser visto como um claro sinal de que a Sérvia está aberta para implementar uma experiência de boas prácticas ao nível Europeu, ao mesmo tempo que envia uma mensagem bem audível para as empresas legítimas” referiu Acimovic.
 
“A Sérvia é muito vulnerável às operações ilegítimas do jogo online e é frustrante testemunhar a existência de vários sites ilegais que oferecem um diferente número de jogos aos sérvios sem que estes tenham a sua participação protegida” concluiu a presidente da JAKATA.
A legislação aprovada no ano passado favorece os operadores de jogo online, com uma taxa de 5% nos lucros brutos do jogo e licenças com duração de 10 anos.
 
Mas esta medida não reúne consenso neste país do leste da Europa.
 
Sigrid Ligne, secretária geral de operações da EGBA – European Gaming and Betting Association, associação que vê vários dos seus membros bloqueados pela medida, descreveu o bloqueio como  uma decisão cara e ineficiente, destacando a sua ineficácia na condução dos jogadores para ofertas aprovadas.
“Existem provas claras hoje em dia de que o bloqueio por ISP não é um método eficaz de canalização de jogadores para sites regulados; a única forma eficiente de erradicar o mercado ilegal é assegurar que o regulamento do jogo online está adaptado à internet, que vai de encontro às necessidades dos consumidores e que permita a que sites regulados se mantenham atractivos e competitivos no mercado global” finalizou Ligne.
À imagem de vários paises do Velho Continente, a Sérvia decidiu fechar para mais tarde abrir. Concordas com este método?
Partilha esta notícia

Sem Comentários



Deixe um Comentário