PokerPT.com

Tony G pondera processar AGCC, que vai rever a sua forma de actuar

O polémico jogador australiano de ascendência lituana diz ponderar processar a Alderney Gambling Control Commission, por esta não ter suspendido as licenças da Full Tilt, assim que soube das dificuldades financeiras da sala.

Diz Tony G que a AGCC já saberia da conduta errónea da Full Tilt Poker desde Dezembro de 2010, e que só agiu agora como resultado da acção do Departamento de Justiça Norte-americano.

Quando em finais de Fevereiro a Full Tilt admitiu que não tinha o dinheiro dos seus jogadores segregado do restante dinheiro das empresas, estava a admitir que não cumpria uma das regras da AGCC, por isso Tony G não percebe a lentidão da acção da autoridade responsável pelas licenças:

Certamente que uma quebra dos regulamentos deste tipo por um largo período de tempo, terá levado a AGCC a reanalisar o operador e a sua posição financeira, o que levanta a questão: há quanto tempo sabiam eles da precária situação financeira antes de suspenderem as licenças após os processos movidos pelo DOJ? Queremos provar que eles têm responsabilidade, vamos atrás deles,” disse Tony G.

Entretanto em declarações à BBC News, Andre Wilsenach, Director Executivo da AGCC afirmou que a Comissão irá rever toda a sua forma de actuar perante os seus licenciados, já que pelos vistos no caso Full Tilt agiram acreditando na boa-fé das pessoas da Full Tilt.

Acompanha o nosso Twitter e Facebook para ficares a par das novidades do poker nacional e internacional.

Partilha esta notícia

1 Comentário



Os comentários não são permitidos de momento

Deixe um Comentário