PokerPT.com

Funcionários da Full Tilt preocupados com o futuro

A agência de notícias Reuters foi até aos escritórios da Pocket Kings (empresa responsável pelos serviços de IT, apoio ao cliente e marketing da Full Tilt) para tentar conversar com alguns dos funcionários.

De acordo com o artigo publicado no site da Reuters, os funcionários estão à espera do pior, mesmo que as informações prestadas pela administração sejam nenhumas ou quase nenhumas.

“Actualmente passamos o dia sentados a fazer nenhum, lemos as notícias nos sites de poker e fóruns. Há 3 meses que esta é a nossa rotina,” disse um funcionário francês da Pocket Kings.

“A moral está muito em baixo. Está tudo parado à excepção dos Recursos Humanos,” disse outro funcionário francês.

Ray Bitar, director da Full Tilt, e um dos primeiros nomes acusados pelo Departamento de Justiça norte-americano normalmente trabalhava nos escritórios de Dublin, mas desde a Black Friday que não é visto pelos funcionários no local.

Sobre o futuro, as duas pessoas que falaram à Reuters admitem que é uma incerteza para todos, pois não há qualquer comunicação entre os funcionários e a administração. Tudo o que sabem tem sido através dos sites de notícias de poker.

De momento o futuro destas pessoas, bem como a banca de milhares de jogadores por todo o Mundo, está pendente da decisão da Alderney Gambling Control Commission, sobre a licença da sala. Decisão que terá consequências nas negociações que um grupo de empresários liderados por Laurent Tapie tem tido em vista à aquisição da sala.

Partilha esta notícia

1 Comentário



Os comentários não são permitidos de momento

Deixe um Comentário