PokerPT.com

Advogados da Full Tilt Poker respondem às acusações

Depois de algum tempo a Full Tilt Poker (FTP) acabou por responder, de certa forma, à acusação de esquema de pirâmide por parte do Departamento de Justiça.

“Enquanto o governo implica com as actividades da FTP, sem nenhuma explicação razoável, afirmamos que as operações desta empresa nunca se basearam por esse principio,” disse Ian Imrich advogado de Chris Ferguson.

No comunicado que o procurador do Estado de Nova Iorque, Preet Bharara, emitiu, a Full Tilt é descrita como “uma empresa não legítima mas sim um esquema de pirâmide.” Na opinião de Jeff Ifrah, advogado de Raymond Bitar, a FTP não deve ser ligada a esquemas de pirâmide mas sim a bancos que lhe causaram problemas.
 

“Um esquema de pirâmide requer que seja feito um investimento a uma determinada % de retorno,” disse Ifrah. “Nada disto aconteceu neste caso.” O Departamento de Justiça não comentou as declarações dos advogados, no entanto todas estas declarações vêm no seguimento desta notícia publicada na terça-feira.

“Bitar recebeu aproximadamente $41 milhões, Lederer recebeu aproximadamente $42 milhões e Furst recebeu aproximadamente $11,7 milhões. A Ferguson foram alocados cerca de $87,486,182.87 e ele recebeu pelo menos $25 milhões, ficando o restante valor descriminado como devido a ele. Muito deste dinheiro que foi distribuído, acabou por ser transferido pelos membros da direcção para contas na Suíça e outros bancos no estrangeiro.”

Acompanha o nosso Twitter e Facebook para ficares a par das novidades do poker nacional e internacional.

Partilha esta notícia

1 Comentário



Os comentários não são permitidos de momento

Deixe um Comentário